Data de Hoje
5 August 2021

Presidente do SD nega afastamento de investigados pela PF

Após a veiculação de um possível afastamento de tesoureiro nacional Luciano Araújo, o presidente do Solidariedade, Paulinho da Força, informou através de nota, que elimina qualquer possibilidade de que isto acontece, assim como a saída do secretário de assuntos jurídicos, Tiago Cedraz.

Em nota, o presidente ainda destaca que o SD apoiará os integrantes investigados e creditou as denúncias a uma “delação premiada baseada em mentiras”.
Em depoimento à Justiça por acordo de delação premiada, o empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, revelou que a construtora repassou R$ 1 milhão ao escritório do advogado Tiago Cedraz, filho do presidente do TCU, Aroldo Cedraz, e sócio de Luciano Araújo, que é primo do ministro.
De acordo com o empreiteiro, o montante solicitado por Tiago Cedraz “foi retirado da sede da UTC por Luciano Araujo”. Tiago Cedraz também ocupa cargo de destaque na cúpula do Solidariedade: é secretário de assuntos jurídicos.
Facebook Comments