Data de Hoje
1 August 2021

Presidente do Vitória é acusado de provocar acidente e fugir sem prestar socorro

O presidente do Esporte Clube Vitória, Carlos Falcão, foi acusado de provocar um acidente automobilístico na noite desta sexta-feira (27), no bairro do Stiep, numa sinaleira da Avenida Professor Manoel Ribeiro, conhecida como "Ladeira da FIB". De acordo com Marcus Vinicius da Silva, proprietário do veículo Prisma Preto de placa NYZ- 1734, o gestor do rubro-negro bateu no fundo do seu carro e fugiu. Com a colisão, Silvana Correia de Souza Silveira, esposa de Marcus, que estava no banco do carona, bateu a cabeça no para-brisa do veículo.

sssf 

Em entrevista ao Bocão News, Marcus Vinicius relatou que o presidente Falcão fez sinal para que ele parasse o veículo, demonstrando que estava preocupado com as consequências da colisão, mas assim que o Prisma encostou o carro, o gestor rubro-negro evadiu do local com o carro Land Rover de placa OKO-1899 sem prestar socorro.

O veículo que o presidente do Vitória conduzia está em nome da empresa Winners Engenharia Financeira, que é de propriedade de Carlos Falcão.

Silvana Correia de Souza Silveira foi conduzida para o Hospital COT, no bairro do Canela, com dores na coluna, no tórax e enjoo após o choque.

"Não entendi porque ele não parou. Fez sinal de que iria parar e fugiu. É estranho que uma pessoa com as condições financeiras que têm tenha uma atitude como essa de fugir. Quem está todo certo não faz isso. Só quero resolver essa situação amigavelmente. Não quero causar prejuízo a ninguém", declarou Marcus Vinicius da Silva.

qqfff

Ainda segundo Marcus, testemunhas que passavam pelo local garantiram que o presidente estava mexendo no celular no momento no choque.

Falcão Nega

Apesar das imagens, o presidente do Vitória, em entrevista ao Bocão News, negou ter se envolvido em qualquer acidente, mas disse que passou pelo local na noite de ontem.

"Desconheço qualquer tipo de situação. Qualquer pessoa pode tirar a foto da placa de seu carro, não é mesmo? Então… eu não me envolvi eu nenhum acidente ontem e se tivesse acontecido eu nunca teria esse tipo de comportamento. Se tivesse ocorrido, pararia, daria o meu cartão a ele, e resolveria a situação de outra forma", garantiu o presidente do Vitória, Carlos Falcão.

Facebook Comments