Data de Hoje
15 April 2021
Foto reprodução

Presidente estadual do PT diz que partido não sabia de operação da Polícia Federal

O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação afirma que o partido vê a ação da PF com surpresa: “Nunca tivemos nenhuma ligação com a Propeg”. A agência de publicidade comandada por Fernando Barros é conhecida na Bahia pelas relações estreitas com o grupo do senador Antônio Carlos Magalhães (1927-2007), de quem fazia as campanhas políticas e tinha contas do governo estadual.

O petista ainda acusou a Polícia Federal de agir com sensacionalismo: “Eles interditaram a rua inteira, arrombaram a sede e depredaram nosso patrimônio, numa ação desnecessária”. Procurado, o ex-ministro das Cidades e hoje conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, Mário Negromonte, afirmou à Folha que não conhece o teor do inquérito, mas negou ter cometido qualquer tipo de irregularidade: “Não tenho nenhum envolvimento neste negócio”.

Ministério das Cidades emitiu uma nota hoje negando que tenha recebido qualquer notificação sobre a operação da Polícia Federal. “Em poder das informações, a pasta terá condições de avaliar do que se trata e capacidade de instaurar, imediatamente, processos administrativos disciplinares para investigar a denúncia.”

A nota afirma que o Ministério das Cidades vai colaborar “com todas as informações necessárias para garantir eficiência e transparência na aplicação dos recursos citados”.

Facebook Comments