Data de Hoje
31 July 2021
Foto reprodução

Projeto promete tornar internet em Salvador mais barata e mais rápída

A equação internet = velocidade + baixo custo está mais perto do soteropolitano. A partir de julho, será implantada na capital baiana o projeto piloto OpenCDN, uma parceria do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) com a Associação Brasileira de Internet (Abranet) e a Universidade Federal da Bahia (Ufba) que promete um ganho até 10 vezes em relação ao custo no fornecimento de banda larga.
 
O presidente da Abranet, Eduardo Parajo, ilustra o objetivo do projeto citando como exemplo as ligações interurbanas e locais. “Hoje, para a uma pessoa que está em Salvador acessar Facebook, ela precisa buscar a informação em São Paulo, com a OpenCDN ela vai acessar direto de Salvador. É como substituir uma ligação interurbana por uma local para acessar o mesmo conteúdo”.  
 
OpenCDN é uma maneira alternativa de distribuir internet que trabalha com pequenos servidores agindo em parceria para oferecer um serviço de melhor qualidade e menor custo. A descentralização ainda contribui com o desenvolvimento regional da Internet.
 
Cerca de 10 pequenos servidores já manifestaram interesse em operar junto ao OpenCDN de Salvador. Entre elas, a JSX Telecom (AS52696), Play-IP Telecom (AS61648), PDN Telecom (AS262687), Linkvida Telecom (AS265028), e Viva Tecnologia Telecom (AS266413).
 
De acordo com Parajo, as empresas fornecedoras de internet que desejam se tornar parceiras do projeto precisam conectar com o ponto de distribuição, na Ufba e outras localidades da Região Metropolitana. Para isso, elas precisam contratar ou construir redes de fibra ótica. 
Facebook Comments