Data de Hoje
23 July 2021

Propaganda eleitoral já está nas ruas

zlsoejr

Tiago substitui a propaganda de um candidato nas últimas eleições por um outro que sai a deputado

No primeiro dia de campanha eleitoral oficial dois candidatos ao governo da Bahia foram às ruas do interior e uma outra preferiu a capital.

O ex-governador Paulo Souto (DEM) e a senadora Lídice da Mata (PSB) escolheram a mesma cidade para o início da caminhada eleitoral: participaram da Festa do Vaqueiro em Curaçá, a 597 km de Salvador.

Na capital, o período liberado pela Justiça Eleitoral para a propaganda de rua começou neste domingo, 6, com pouca movimentação dos candidatos.

Entre os postulantes ao governo do estado, apenas a candidata do PSTU, Renata Mallet, participou de um evento de rua na capital, pela manhã, na Feira de São Joaquim.

Marcos Mendes (PSOL) se reuniu com apoiadores em Coração de Maria, para discutir um programa de governo para a região.

O deputado Rui Costa (PT) se reuniu durante o dia com a equipe de campanha e com líderes políticos de Salvador. Rogério Tadeu da Luz (PRTB) informou que passaria o domingo em casa com a família.

Nas ruas de Salvador, ainda há poucos sinais de que haverá eleições estaduais dentro de três meses. Em diversos bairros da cidade – como São Caetano, Fazenda Grande do Retiro, Águas Claras, Rio Vermelho, Largo do Tanque, na avenida Garibaldi – não se percebiam sinais de propaganda até o final de tarde.

Nas  avenidas ACM e Suburbana foi possível encontrar os primeiros muros com nomes e números de candidatos às eleições deste ano. Pela manhã, um carro de som passou na Pituba pedindo votos a um vereador que é candidato a deputado estadual.

Eleição passada

Apesar das recomendações e do conjunto de sanções previstas pela Justiça Eleitoral, ainda é possível encontrar muitos muros pintados com nomes de candidatos que disputaram as eleições 2012.

Com um olhar mais atento, é possível encontrar em um muro na avenida Jequitaia  uma propaganda do deputado Antônio Imbassahy (PSDB) pedindo votos para prefeito. Acontece que a última eleição municipal que ele disputou aconteceu há seis anos.

Quem passa pela avenida Suburbana, por exemplo, vai encontrar muitos espaços com os números 13 e 25, onde os nomes dos candidatos são os do deputado Nelson Pelegrino (PT) e ACM Neto (DEM), que disputaram a prefeitura de Salvador há dois anos.

É bastante comum encontrar referências a candidatos que tentaram se eleger vereadores na mesma eleição.

Pois foi justamente  sobre uma pintura com o nome de Pelegrino, no bairro de Escada, no subúrbio ferroviário, que Tiago de Jesus, 28 anos, gessista, estava pintando o nome de um outro candidato, um vereador que vai tentar se eleger deputado estadual.

Para Tiago, o período eleitoral é oportunidade de engordar o orçamento de casa. "Quando começa a eleição, é uma correria muito grande para mim, mas acredito que vale muito a pena porque são R$ 80 por dia", afirma.

Esta será a quarta eleição dele trabalhando para o mesmo candidato. "Eu fico torcendo para ele ser candidato sempre a alguma coisa porque ele paga por semana", afirma ele, que já tinha pintado dois muros e tinha mais dois pela frente.

Também na Suburbana, placas de obras dos governos federal e estadual  amanheceram com os emblemas e slogans cobertos.

Facebook Comments