Data de Hoje
19 September 2021

PSC baiano tem dificuldades para definir apoio nas eleições de 2014

Eliel Santana, presidente estadual do PSC

Atualmente com três representantes na Assembleia Legislativa, um na Câmara Federal e espaços na administração de ACM Neto e no governo Wagner, o PSC ainda não tem tendência definida para o pleito eleitoral de 5 de outubro. O presidente estadual da sigla, Eliel Santana, até ontem buscava reunir os socialistas cristãos para traçar a estratégia a ser adotada na campanha. O dirigente admitiu as dificuldades, diante de fatores que devem pesar na escolha, a exemplo da necessidade de alinhamento com o programa de governo da chapa a ser escolhida, o desejo de participar da mesma, quando a maioria já definiu os nomes dentro das vagas de vice e senador e a dependência de uma matemática equilibrada para a eleição proporcional. Além disso, está em jogo o fato de o PSC já ter um pré-candidato à Presidência da República, liderada pelo Pastor Everaldo. Segundo Eliel, já foram debatidas todas as alternativas, com conversas com os pré-candidatos Rui Costa (PT), Paulo Souto (DEM), Lídice da Mata (PSB) e Rogério da Luz (PRTB).

Lilian Machado, Tribuna

Facebook Comments