Data de Hoje
1 March 2021

PSOL pede ações do MPF sobre a rede de fakes news de Eduardo Bolsonaro, incluindo busca e apreensão

A líder do PSOL, deputada Fernanda Melchionna (RS) e o vice-líder, David Miranda (RJ), querem que o Ministério Público Federal tome providências sobre a rede de fakes news coordenada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro. O PSOL pede, inclusive, busca e apreensão de equipamentos para interromper qualquer possibilidade de destruição de provas. A solicitação foi feita através de ofício à CPMI das Fakes News.

No documento, o PSOL argumenta que uma das páginas utilizadas para ataques virtuais e para estimular o ódio contra supostos adversários do presidente Jair Bolsonaro foi criada a partir de um IP da Câmara dos Deputados. A página, chamada “Bolsofeios”, foi registrada a partir de um telefone utilizado pelo secretário parlamentar de Eduardo Bolsonaro, Eduardo Guimarães. O e-mail utilizado para abrir a conta foi confirmado como sendo o oficial do próprio gabinete do deputado. Além disso, Eduardo Bolsonaro zomba da situação – ignorando qualquer gravidade dos fatos – ao dizer que daria um aumento salarial ao secretário.

Para Fernanda e David, a reação de Eduardo Bolsonaro, incluindo sua rede propagação do ódio, é criminosa e irresponsável. “Trata-se de apurar grave ofensa ao processo democrático e de clara intenção de impedir o trabalho de investigação desta CPMI”, afirmam no ofício.

Facebook Comments