Data de Hoje
1 August 2021

PT acusa Sucom de partidarizar fiscalização contra campanha de Rui

O presidente do PT Bahia e representante da coligação ‘Pra Bahia Mudar Mais’, encabeçada por Rui Costa, Everaldo Anunciação, acusa a prefeitura de Salvador de perseguição política, após retirada das propagandas dos candidatos governistas, através da Sucom. De acordo com Anunciação, a prefeitura “está partidarizando a fiscalização da publicidade e retirando indevidamente propagandas móveis legítimas (blimps) dos candidatos”.



O petista afirma que a propaganda eleitoral não depende de alvará ou licença prévia do município para veiculação em área privada, e que não há necessidade de licença prévia para a utilização de bandeiras, blimps ou cartazes ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos (conforme art.37, par. 2 e 6 da Lei n. 9.504/97).



“A Bahia superou a época do coronelismo e do uso do poder público como meio de perseguição política, e é intolerável que a Prefeitura de Salvador, chefiada por um apoiador da candidatura de oposição, seja posta a serviço de interesses partidários, em uma verdadeira prática de crime eleitoral”, acusa Anunciação.



O presidente garante ainda que continuará defendendo o livre exercício da democracia e a realização de eleições limpas, tomando as medidas judiciais necessárias que o grave fato exige. “Estamos diante de um gritante ilícito eleitoral e da prática de improbidade administrativa, cometidos por agentes públicos municipais que não conhecem as fronteiras existentes entre o interesse público e o privado”, continua, assegurando que a Justiça Eleitoral será chamada a se manifestar sobre essa patente ilegalidade cometida, que visa prejudicar a liberdade de escolha dos eleitores.

Facebook Comments