Data de Hoje
18 September 2021
Foto: Reprodução

Quatro executivos da OAS são conduzidos na nova fase da Lava Jato

Na 28ª fase da Operação Lava Jato, a Vitória de Pirro, conduziu quatro executivos da empreiteira OAS, além do filho do ex-senador Gim Argello, Jorge Argello Júnior. A Polícia Federal realizou, em São Paulo, os mandados de condução coercitiva contra Roberto Zardi Ferreira Jorge, Gustavo Nunes da Silva Rocha, Dilson de Cerqueira Paiva Filho e Marcos Paulo Ramalho, conforme informações do site O Antagonista.

O esquema desbaratado pela PF nessa fase é referente ao esquema envolvendo o senador Argello em 2014, quando era vice-presidente da CPI da Petrobras e teria recebido recursos da OAS para impedir a convocação de executivos da empreiteira no colegiado. Roberto Zardi é diretor de Relações Institucionais, que faz o contato político em Brasília. Gustavo Rocha é presidente da Invepar – o consórcio formado pela OAS com Funcef, Previ e Petros. Dilson Paiva é diretor administrativo da construtora. Marcos Ramalho era o secretário de Léo Pinheiro.

Além dos cinco conduzidos, também são alvos dos mandados de prisão temporária são Paulo Roxo e Valério Neves, operadores de Gim Argello no esquema de extorsão montado na CPI da Petrobras em 2014. Valério Neves é atualmente o secretário-geral da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Ambos trabalharam no governo de José Roberto Arruda, preso na Operação Caixa de Pandora. Roxo, aliás, foi apontado como um dos operadores de Arruda.

Por Bocão News
Facebook Comments