Data de Hoje
20 September 2021

Recolhimento mantido: mesmo com o fim da greve PM, ônibus voltam mais cedo para as garagens Presença do Exército e da Guarda Nacional não muda decisão dos rodoviários

 

O trabalhador que está em serviço nas poucas empresas que resoloveram abrir as portas mesmo diante da insegurança com a greve da PM dever estar atentos: a frota de ônibus na capital baiana deve ser recolhida às garagens da empresas de ônibus antes das seis da tarde.

Em conversa com o Varela Notícias, o diretor executivo do Sindicato dos Rodoviários, Anderson Melo, informou que a medida, usada desde que a greve foi declarada, vai continuar mesmo após o fim da paralisação da Polícia Militar: “O efetivo da PM não vai voltar imediatamente. Com isso, não há garantias de que a segurança está totalmente garantida”, afirmou.

onibus

A decisão de recolher os ônibus até as seis da tarde é exclusiva dos rodoviários, mesmo com a tentativa das empresas de buscar uma saída mais diplomática, sem prejudicar tanto o trabalhador, como foi visto na tarde desta quarta-feira (16).

Na ocasião, muitos trabalhadores de Shoppings da cidade ficaram nos pontos sem ter a perspectiva de quando voltariam para casa. Nesta quinta-feira (17), alguns ônibus já circulam com o itinerário “garagem”, horas antes do recolhimento, combinado pelo Sindicato dos Rodoviários.

estacao-mussurunga2

Anderson explicou que a categoria foi orientada a evitar esse recolhimento “precoce”: “nesta quarta tivemos o relato de que algumas linhas, como as que atendem os bairros da Mata Escura e Santa Cruz, recolheram os ônibus mais cedo porque os motoristas e cobradores perceberam que não havia segurança”.

Foto: Juliana Schriefer

Foto: Juliana Schriefer

A presença das tropas do Exército e da Força Nacional de Segurança é apontada pelo diretor do Sindicato dos Rodoviários como um fator para que os ônibus rodem até o limite: “nós passamos a orientação de que os rodoviários devem começar a recolher às 17h30, só fazendo isso após deixar as pessoas nos pontos e fim de linha”, garante Melo.

Em nota, a prefeitura de Salvador explicou que o sistema de transporte coletivo vai operar com restrições, mas voltará a trabalhar normalmente nesta sexta (18)

Facebook Comments