Data de Hoje
31 July 2021

Reforma do Estádio Municipal de Vera Cruz prevista para 3 meses já dura 4 anos

Atletas de Vera Cruz criticaram o prefeito Paulo Magno pelo atraso nas obras de reforma do Estádio Municipal Orlando Avelino de Jesus. A seleção de futebol local, considerada uma das mais tradicionais do Campeonato Intermunicipal, já revelou jogadores como o atacante Obina, o goleiro Fábio Costa, o volante Jair e lateral-direito Baiano. A tradição, de acordo com os populares, não tem sido levada em conta pelo Executivo e a reforma do equipamento, sucessivamente prorrogada, já se arrasta por mais de quatro anos.  A equipe do município é obrigada a mandar suas partidas no Estádio de Itaparica.
De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Vera Cruz, a primeira etapa da reforma, já foi completamente concluída. Mesmo após o investimento de R$ 220 mil, o local onde atletas de destaque do cenário esportivo nacional já brilharam, continua tomado por mato e muito longe de ter condições de abrigar qualquer partida de futebol.

A Assessoria de Comunicação, em resposta à denúncia feita pelos atletas, alegou que o excesso de mato é, na verdade, "a grama que está muito alta" e que "o ângulo da foto não favoreceu". Na primeira fase da obra, ainda de acordo com a prefeitura, foram realizados serviços de iluminação geral, instaladas novas traves, substituídos os portões principais de acesso, além de intervenções no gramado e na drenagem do campo.
Para entregar a obra totalmente concluída à população, será necessária mais uma etapa, com um investimento de, segundo a prefeitura, de mais R$ 250 mil. Nesta segunda fase, serão feitos serviços na arquibancada, área hidráulica, elétrica interna, vestiário e pintura interna, com previsão de finalização de seis meses após o processo licitatório, que ainda não foi inciado.

Prorrogações

A novela da reforma do estádio já completou quatro aniversários e já caminha para o quinto. Um contrato da Prefeitura de Vera Cruz com a empresa MA 2 Construções Ltda foi assinado em 5 de abril de 2010, com prazo de conclusão estipulado em três meses e previsão de investimento no valor R$ 344.283,50.

Posteriormente, no dia 22 de março de 2012, a empresta Patamar Engenharia Ltda. foi contratada com previsão orçamentária de mais R$ 125.553,89 para a reforma do estádio. 

A contratação da MA 2 Construções Ltda. foi por várias vezes prorrogada pelo município para continuar a realização da reforma no Estádio Municipal Orlando Avelino de Jesus.
A Assessoria de Comunicação da prefeitura alega que "condições climáticas e problemas com a empresa podem ocasionar o atraso nesse tipo de obra". Sobre os excessivos gastos com o estádio, justificou que "os valores previstos inicialmente não foram, necessariamente, utilizados na reforma".
População revoltada

 Os moradores de Vera Cruz insinuaram que a má utilização da verba pública do município está sendo determinante para o atraso na entrega do estádio municipal.
 "Estamos irritados e extremamente decepcionados com a atual gestão do nosso município. Com o descaso e utilização de verbas públicas, fecharam o estádio municipal para uma suposta reforma e que até hoje não foi concluída. Infelizmente, nossa seleção, que já foi campeã do intermunicipal, não pode jogar no nosso estádio", lamentou o morador Atanael Lopes.
Facebook Comments