Data de Hoje
19 September 2021
Rhayner comemora o primeiro gol do Leão (Foto: Arisson Marinho/Correio)

Rhayner valoriza a goleada e alerta para cochilo durante o jogo contra o Mogi

Triunfo na Fonte Nova deixou o Leão na terceira colocação da segundona. Próximo compromisso será contra o ABC-RN

O Vitória começou muito bem a meta de 15 pontos projetada por Vagner Mancini para a sequência de seis jogos, sendo cinco em Salvador. Goleada de 4×1 sobre o Mogi Mirim, ontem à noite, na Fonte Nova. Destaque para Rhayner, que comandou as ações do time em campo. Ele não fez gol, mas correu, armou, marcou e driblou, com a raça de sempre. No fim da partida, ele não deixou de mencionar a queda de rendimento do time no início do segundo tempo, quando tomou o gol do Mogi.

“Uma vitória que podia ser mais convincente, sofremos um pouco. Entramos num ritmo devagar na volta do segundo tempo, temos que nos fechar e conversar dentro de campo. Não pode atribuir a falta de capacidade física”, ressaltou o camisa 7.

Vacilo que não tirou o brilho da goleada. “A gente conseguiu estar bem postado, agrediu a equipe deles. Não tem como ficar 90 minutos em cima. No geral, fizemos uma grande partida e vamos pra cima no próximo jogo”, analisou Pedro Ken, já projetando o duelo com o ABC, sexta, na Arena das Dunas, em Natal. O Leão terá Guilherme Mattis de volta e espera por Escudero.

Por Correio
Facebook Comments