Data de Hoje
25 September 2021
Foto: Mara Silvany / Click Notícias

Rios poluídos desaguam nas praias mais movimentadas de Salvador; frequentadores devem evitar banho

Oito estão impróprias para banho

A poluição no Rio Jaguaribe tem afastado banhistas das praias vizinhas, entre elas, praias que ficam lotadas nos finais de semana, a de Jaguaribe e a de Patamares. A foz do rio fica entre as duas praias, que atualmente estão com forte mau cheiro. É possível sentir há cerca de 500 metros de distância. A poluição dos últimos dias tem afastado não apenas banhistas, mas comerciantes que trabalham no local, além de oferecer riscos à saúde.

O Instituto do Meio Ambiente (Inema) apontou duas praias, que ficam à direita da foz do Rio Jaguaribe, como impróprias para banho no último final de semana, a de Patamares e do Corsário. A abrangência é de mais de um quilômetro de praias e ao todo, oito das 37 analisadas, estão incluídas na lista de impróprias para o banho de mar.

Apesar do resultado, nem o Inema ou a Prefeitura colocam qualquer aviso para alertar os frequentadores das praias para evitar o banho. Nem mesmo uma simples caminhada tem sido possível com o forte cheiro de esgoto e com as manchas escuras na areia de Jaguaribe.

Muitas das praias apontadas pelo Inema parecem não estarem poluídas, mas basta um olhar mais apurado para perceber a diferença na coloração.

Mesmo correndo sérios riscos de adquirir doenças, pescadores se aventuram nas águas turvas da praia que fica atrás da antiga sede do esporte Clube Bahia. O pescador João Alberto Lima, 46, foi questionado se o peixe do local serve para o consumo, em resposta disse que nunca teve problemas de saúde. Já quem costuma praticar ginástica na praia reclama: “Andar descalço nem pensar e muito menos tomar banho de mar”, disse a professora Nicélia Aguiar, que faz caminhada diária no calção da praia.

De acordo com a resolução Conselho nacional do Meio Ambiente (Conama), uma praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresentarem resultado superior a 1.000 coliformes fecais, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2500 coliformes por 100 mililitros (ml) de água. Em tempos chuvosos, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças.  O monitoramento é feito em 121 praias.

O Inema analisou 37 praias em Salvador para este final de semana, do Subúrbio Ferroviário até Itapuã. Oito delas foram consideradas impróprias para o banho de mar por causa da presença elevada de coliformes fecais.

– Penha (situada em frente à barraca do Valença);

– Bogari (em frente ao Colégio da PM);

– Pituba (em frente à escada de acesso à praia e atrás da Praça);

– Armação (em frente ao Hotel Alah Mar);

– Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas);

– Corsário (em frente ao Posto Salva Vidas);

– Patamares (em frente ao posto Salva Vidas Patamares);

– Itapuã (em frente à Sereia de Itapuã).

Por Click Notícias
Facebook Comments