Data de Hoje
21 January 2022

Roberto Justus renega A Fazenda, critica Marcos Mion e dispara: “Nunca gostei nem assisti”

O apresentador Roberto Justus resolveu soltar o verbo sobre o seu passado na Record e fez algumas revelações polêmicas ao canal Pingue-Pongue com Bonfá, do jornalista Marcelo Bonfá, no YouTube. A maior de todas foi com relação ao reality show A Fazenda, no qual ele foi colocado durante dois anos.

Por ser um grande nome na publicidade, o canal achou que ele seria sinônimo de faturamento para “salvar” o programa, que estava perdendo anunciantes diante das brigas de baixo calão nas edições anteriores. Apesar de ter aceitado o convite, Justus deixou claro que nunca gostou nem assistiu a própria atração.

Questionado sobre assistir ou não a temporada, ele disse que não, assim como não assistia quando ele mesmo apresentava: “Me convidaram para fazer, eu fiz. E considero que fiz muito bem. Mas eu como telespectador, nunca assisti, nem quando eu fazia, quanto mais agora. Eu não tinha interesse no programa em si”.

“E cá entre nós, não é muito meu estilo. Nem A Fazenda, nem Big Brother. Esses confinamentos que são brigaiada, gente desocupada fazendo provas… Não é uma coisa que me agrada”, disparou. Questionado sobre o motivo que o levou a aceitar o convite, ele disse que topou pelo fato de gostar do desafio.

Roberto Justus comentou desempenho de Marcos Mion em A Fazenda. (Foto: Montagem/Divulgação)
Roberto Justus comentou desempenho de Marcos Mion em A Fazenda. (Foto: Montagem/Divulgação)

“É o maior reality show da emissora, tinha uma repercussão gigantesca, um desafio danado. Mexeu com a história de eu adorar um desafio. Tanto que a primeira vez eu curti mais do que a segunda. A segunda eu já não curti tanto assim. Ficar só lendo TP  não é um desafio intelectual para mim”, explicou.

Sobre Marcos Mion, o atual apresentador, Justus evitou falar e disparou: “Eu confesso que não vi. Dou uma zapeada quando estou em casa, mas não falo muito porque senão nas redes sociais dizem que tenho inveja. Eu não tenho inveja de nada, torço pela emissora em que eu trabalhei, não tenho nada contra”.

Sobre Britto Jr., quem tanto o criticou quando foi substituído, Justus afirma: “Ele falava que eu era um robô engessado, coisa que eu não concordo, mas tudo bem. É um pouco de ciuminho natural de quem perdeu o posto, tanto que até hoje ele não voltou mais para o ar em lugar nenhum”.

Roberto Justus e o diretor Rodrigo Carelli (Foto: TV Foco/Thais Teles)

“[Já] o Mion é mais descontraído do que nós dois, talvez ele combine um pouco mais com esse estilo do programa. Mas tem coisas nele que eu também não gosto, do estilo dele, o que não vem ao caso… Acho que ele é muito mais adequado a um programa desse tipo, do que tanto o Britto quanto eu”, disparou.

Sobre as críticas que o diretor, Rodrigo Carelli, teria dito sobre ele após sua saída, Justus disparou: “Se ele disse coisas deselegantes, é um direito dele pensar. Então ele não é a pessoa mais leal do mundo, porque me elogiava sempre. Mas ele é um diretor difícil, muito perfeccionista e se intromete demais no programa.

“Muito do apresentador ter problemas em A Fazenda são as amarras. Tanto o Britto, quanto eu, e talvez o Mion menos por ser mais rebelde… O tempo inteiro, ele buzina bastante, mas 90% das vezes são coisas coerentes. Ele quer o bem do programa, mas é difícil trabalhar com um diretor assim”, ressalta.

“Ele tem que confiar mais no apresentador. É um cara muito exigente e quer as coisas bem feitas, é trabalhador e incansável, mas não é uma pessoa fácil e eu também não sou”, finalizou ele, deixando claro que não lembra tanto das atitudes dos participantes que comandou nas suas temporadas, mas disse que a pressão gera um estresse muito grande entre eles.

Facebook Comments