Data de Hoje
26 July 2021

Rodoviários chegam ao CAB após 4h de passeata por morte de cobrador

hgk

 (Foto: Imagem/TV Bahia)

Os rodoviários de Lauro de Freitas, região metropolitana, chegaram no Centro Administrativo da Bahia (CAB) por volta do meio-dia desta quarta-feira (3) após passeata de cerca de quatro horas em protesto contra a morte de um cobrador na terça-feira. Djanilson Miranda dos Reis foi esfaqueado durante tentativa de assalto ao ônibus em que trabalhava. Os sindicalistas que mobilizam a categoria foram recebidos pela Major Botelho, o chefe da Assistência Militar da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Por volta das 12h30, eles permaneciam em reunião. O secretário de Segurança, Maurício Barbosa, está em viagem.

Os ônibus que saem de Lauro não circulam nesta quarta, de acordo com o Sindicato dos Rodoviários da Região Metropolitana (Sindmetro). O sindicato informou que pelo menos mil trabalhadores participam da mobilização.

dhg

Protesto de rodoviários deixa trânsito travado na Estrada do Coco (Foto: Imagem/TV Bahia)

A passeata dos rodoviários seguiu em direção à capital baiana, pela Estrada do Coco. O trânsito ficou totalmente travado com sentido Lauro de Freitas e também na capital baiana.

"Nosso propósito é chamar atenção da Secretaria de Segurança Pública e do governador sobre a atual situação dos rodoviários. Mais um colega foi ceifado. O rodoviário é o primeiro a ser abatido no ambiente do trabalho, antes de qualquer trabalhador. Somos o primeiro a dar bom dia e o último a dar boa noite. Estamos pedindo socorro. O nível de marginalidade que adentra nos ônibus é assustador", informou o diretor de Comunicação da entidade, Sérgio Saluto. Além disso, o sindicato se posiciona contra o projeto de implantar o transporte público por 24 horas na capital baiana. "Salvador não tem suporte para isso. Repudiamos e não aceitamos", disse.

340x255_djanilson-miranda-dos-reis_1525992Cobrador é assassinado após assalto em ônibus em Lauro de Freitas (Foto: Divulgação/Sindmetro)

Djanilson Miranda dos Reis, que trabalhava na empresa Costa Azul, foi esfaqueado durante um assalto ao ônibus em que atuava, que fazia a penúltima viagem do dia. O coletivo assaltado faz a linha Villas do Atlântico x Praça da Sé. O sindicato informou, de acordo com informações de testemunhas, que o criminoso esfaqueou no pescoço a vítima após ela ter se assustado.

Segundo o sindicato, o crime aconteceu em frente a um supermercado, em Lauro de Freitas. O trabalhador foi levado ao Hospital Geral Menandro de Farias, mas não resistiu aos ferimentos. O sindicato afirma que "nenhum veículo deve circular" nesta quarta. A polícia registrou a ocorrência como latrocínio e informou que autoria e motivação ainda são desconhecidos.

Uma moradora de Itinga, Maria Cristina, afirma que tentou pegar ônibus por volta das 4h30 no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, e disse que nenhum veículo passou depois de quase meia hora. Com isso, ela precisou entrar em contato com o trabalho para conseguir uma carona até o bairro da Federação, em Salvador.

Por: G1

Facebook Comments