Data de Hoje
6 May 2021
Eles haviam ameaçado parar de circular às 18h desta quarta (Foto: Reprodução)

Rodoviários garantem não paralisar atividades

Mesmo sem acordo com as empresas de transportes, os rodoviários se comprometeram a não paralisar as atividades nesta quarta-feira, 3. Segundo o Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-Ba), a decisão foi tomada durante reunião com a prefeitura. A categoria reivindica R$ 1,5 milhão extra para trabalhar no Carnaval; os empresários oferecem R$ 800 mil.

Para resolver o impasse, outro encontro foi marcado com o Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (SETPS) para a quinta-feira, 4, com mediação da Justiça do Trabalho.

Reivindicação

Em 2014, os rodoviários receberam R$ 600 mil e, em 2015, R$ 700 mil como bônus pelo trabalho no Carnaval. Segundo Fábio Primo o valor reivindicado foi prometido durante campanha salarial de maio de 2015.

Já o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, alegou que o esse dinheiro “não está previsto no contrato de trabalho”. Ele destacou, ainda, que o pagamento desse benefício não é obrigatório. “O que está no contrato é o ticket e a hora (extra) que eles vão receber. A gratificação é um plus, porque o prefeito fez um apelo e os empresários aceitaram pagar. Antes, eles não recebiam (essa gratificação)”, disse.

A prefeitura anunciou que tem um plano B caso haja paralisação. “Vamos colocar vans de transporte escolar, de turismo e veículos do Subsistema de Transporte Especial Complementar (Stec) para atender à população”, disse o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota.

Por A Tarde
Facebook Comments