Data de Hoje
23 October 2021
Roger treinou no time titular e vai ser a referência do ataque do Bahia em Fortaleza (Foto: Felipe Oliveira/ECBahia)

Roger substitui Kieza no Bahia a fim de se firmar em posição difícil no ano

Diante do Ceará, atacante vai ter a missão de substituir Kieza, suspenso pelo terceiro cartão amarelo

O Bahia terá novo poder de fogo contra o Ceará, hoje, às 19h, no Castelão. Apresentado na sexta-feira, Roger será titular em Fortaleza ao lado de Maxi. O centroavante, 30 anos, vai substituir Kieza, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O canal Sportv transmite.

O atacante recém-chegado escolheu a camisa 39 e escapou da “maldição” da camisa 11, vestida pelos centroavantes Léo Gamalho e Alexandro. A 11 foi herdada pelo volante Paulinho Dias, apresentado ontem. Outro que estreia hoje, o zagueiro Gustavo usará a 33.

Roger será o 13º atacante a vestir a camisa do Bahia em 2015 e o quarto contratado na temporada. Léo Gamalho, Willians Santana e Alexandro, que chegaram este ano, não renderam o esperado e foram negociados sem deixar saudade. Kieza e Maxi Biancucchi, remanescentes do ano passado, são o artilheiro e o vice da equipe, respectivamente, com 22 e 15 gols. Sete jogadores da base também serviram ao ataque tricolor: Zé Roberto, Mateus, Luan, Jeam, João Leonardo, Jacó e Mário.

Roger entrou em campo pela última vez no dia 26 de agosto, quando ajudou a Chapecoense a vencer a Ponte Preta por 3×0 pela Copa Sul-Americana. Na ocasião, foi titular e balançou a rede. No ano, fez 26 jogos e marcou 12 gols pelo time do interior catarinense.

Abrir a contagem a favor do Bahia, hoje, será de extrema importância. Com 44 pontos, o tricolor é o terceiro colocado da Série B, mas precisa vencer para garantir a permanência no G-4. O Vitória, quarto colocado, tem 42 pontos. Sampaio Corrêa, com os mesmos 42, e América-MG, com 41, também têm chance de passar o Bahia em caso de tropeço. Todos jogam hoje.

Além de se manter no G-4, vencer o Ceará dará ao Bahia seu recorde nesta Série B: ganhar três jogos seguidos. O time conseguiu tal sequência contra Mogi, CRB e Paraná, da segunda à  quarta rodada, e vem de triunfos contra Macaé e Bragantino. “Isso vai nos trazer confiança. Já aproveitamos os jogos em casa e no último jogo a gente melhorou bastante. Seria muito importante ganhar fora pra gente encaixar nosso time de uma vez”, prega Maxi.

Reencontro  

Este será o quarto encontro de Bahia e Ceará em 2015. Na Copa do Nordeste, melhor para o Ceará, vencedor nos dois jogos da final, por 1×0 na Fonte Nova e 2×1 no Castelão. No primeiro turno da Série B, o triunfo foi tricolor: 1×0 na Fonte Nova.

Autor dos dois gols que o Bahia fez contra o Ceará no ano, Maxi acredita que o retrospecto recente não influencia no jogo de hoje. “O time deles mudou, o treinador também, são situações diferentes. Os dois times se conhecem, mas isso não quer dizer nada”, entende. O Ceará está em 17º.

Por Daniela Leone / Correio
Facebook Comments