Data de Hoje
29 November 2021

Sabe o que fazer se presenciar um ataque epilético?

Ao contrário do que muitas pessoas possam pensar, a epilepsia nem sempre começa durante a infância. Aliás, no Reino Unido, cerca de um em cada quatro novos pacientes diagnosticados com epilepsia tem mais de 60 anos, sublinha o The Telegraph.

Como há muitas pessoas que ainda não têm um diagnóstico de epilepsia e não estão medicadas, é importante saber como reagir. Tendo isto em conta, o The Telegraph reuniu uma lista com o que deve ou não fazer caso presencie um ataque epilético.

Muitas pessoas têm ataques epiléticos curtos, que normalmente param sozinhos e não requer um tratamento de emergência, sugere o mesmo meio. Mas, quanto mais tempo durar, menor a probabilidade de parar sozinho. Veja o tempo, se durar há mais de cinco minutos deve chamar a ambulância.

Chame a ambulância se…

– Sabe que é o primeiro ataque epilético da pessoa;

– Se o ataque continuar por mais de cinco minutos;

– A pessoa tiver mais do que um ataque epilético seguido sem recuperar a consciência entre eles;

 – A pessoa ficar ferida durante o ataque;

O que fazer?

 – Afaste a pessoa dos perigos;

– Fique com a pessoa até que ela recupere completamente;

 – Tente acalmá-la;

O que não fazer?

– Prender a pessoa;

– Agir de uma forma que possa assustá-la, como gritar ou fazer movimentos brutos;

– Assumir como se a pessoa estivesse consciente do que está acontecendo;

– Dar algo para beber ou comer à pessoa antes de esta ter se recuperado completamente;

– Tentar acordar a pessoa enquanto ela está tendo um ataque.

Facebook Comments