Data de Hoje
27 September 2021
Foto: Reprodução

Saiba quais são os maiores vilões do consumo de energia e como economizar

 

Ar-condicionado, refrigerador, ferro de passar e chuveiro são os eletrodomésticos que mais consomem energia

Para uma boa administração da conta de energia, o uso indiscriminado de alguns equipamentos dentro de casa se transforma em uma verdadeira dor de cabeça. É o caso do ar-condicionado, do chuveiro elétrico, ferro de passar roupa, micro-ondas e por aí vaí. Gerente de Eficiência Energética da Coelba, Ana Christina Mascarenhas diz que o consumidor precisa ficar atento às especificações do produto. “É importante levar em consideração a potência do equipamento na hora de comprar. Quanto mais potente, mais consumo de energia, mais custo”, disse ela.

Outras variáveis também são fundamentais e podem influenciar o valor final pago pelo consumidor. “Quando a temperatura aumenta, a energia vai junto, porque usamos mais o ar condicionado, ventiladores, refrigeradores e freezers. Se você tiver mais gente em casa, o consumo também vai ser maior. Se os equipamentos são velhos, a tendência é que eles gastem mais. Quanto maior o tempo ligado, maior também o consumo. A eficiência dos equipamentos, o clima e a quantidade de pessoas fazem diferença no valor da conta”, completou.

1 – Chuveiro elétrico

chuveiro_interativo

Foto: Reprodução

Utilizado com mais frequência principalmente nos períodos mais frios, o chuveiro elétrico deve ser ligado com cautela. A recomendação é tomar banho mais curto e desligá-lo para ensaboar. Além disso, sempre que possível, usá-lo na posição de água morna que, além de economizar energia, é melhor para a pele. Uma boa solução para economizar é adaptar a temperatura a depender da estação, como, por exemplo, selecionar a opção “verão”, nos períodos mais quentes, e “inverno”, quando o clima estiver mais frio.

2 – Ar-condicionado

ar-condicionado

Foto: Reprodução

A principal dica para economizar com o ar-condicionado é utilizá-lo apenas em períodos realmente mais quentes e escolher um equipamento que se adeque ao ambiente em que ele será usado. Ou seja, nem mais e nem menos potente. Outra dica é programar o termostato para desligar automaticamente quando a temperatura de fora diminuir. Especialistas também informam que é importante colocar pelo menos 32 centímetros de material isolante no teto. Assim seu ar-condicionado não tem que trabalhar tanto.

3 – Geladeira

shutterstock_130212431

Foto: Reprodução

Com a obrigatoriedade de ficar ligada constantemente, a geladeira deve ter um cuidado mais específico. Para evitar o desperdício de energia, é necessário manter a porta fechada. O abre e fecha obriga o eletrodoméstico a ficar mais tempo ligado e, como consequência, gastando mais. Outra dica é sempre fazer teste para verificar se a porta está com a borracha gasta. Ele pode ser feito utilizando um papel para fechar; se ele permanecer firme no lugar é porque não é preciso trocar a borracha. Caso contrário, você precisa providenciar a troca.

4 – Ferro de passar

roupa

Foto: Reprodução

A dica para não gastar tanto com o ferro é juntar o maior número possível de peças de roupas e depois passar de uma única vez, evitando o liga e desliga dele. Outra opção é aquecê-lo uma vez só e passar todas as roupas.

5 – Máquina de lavar

nao-ponha-na-maquina-de-lavar-02

Foto: Reprodução

Assim como o ferro, a forma de economizar a energia com a máquina de lavar é usá-la com o maior número possível de peças de roupa. Evite rodadas desnecessárias abaixo da capacidade total, pois cada uma dela consome uma grande quantidade de energia, além de gastar mais água.

6 – Micro-ondas

maxresdefault

Foto: Reprodução

O forno de micro-ondas é outro que faz parte da lista dos “gastões” de energia. Uma das formas de economizar com ele é retirá-lo da tomada após utilizá-lo. Outra opção é evitar descongelar alimentos no equipamento. O ideal é fazer isso em temperatura ambiente e, após o total degelo, ligar o micro-ondas para esquentar o alimento. Quanto maior for o tempo de utilização do aparelho, maior será o consumo de energia.

Por iBahia

 

Facebook Comments