Data de Hoje
19 September 2021

Salvador precisa de emprego e renda, afirma vereador

450058-Pacote-de-viagens-para-Salvador-CVC-2012-2013

No início deste mês o jornal Correio estampou em suas páginas a manchete: “Salvador é a capital brasileira de maior desemprego e menor renda”. Segundo o Dieese, em Salvador, são mais de 330 mil desempregados e teve a maior queda na renda média do trabalhador, em relação às regiões pesquisadas. "A Prefeitura de Salvador tem se esforçado no que pode, mas efetivamente não consegue gerar emprego e renda para a população", avalia o vereador José Trindade (PSL). De acordo com o edil, a construção civil vive um período de baixa, ficando na expectativa de um novo Plano Diretor para alavancar o mercado imobiliário, fato que só deve ocorrer em 2015. O setor do comércio e serviços também sofre com a estagnação da economia soteropolitana, e o turismo, vocação natural dacidade, mesmo no período dos jogos da Copa do Mundo, se posiciona como a sexta cidade mais procurada pelos turistas, segundo dados do Ministério do Turismo, perdendo inclusive para a cidade de Fortaleza, fato que já havia sido registrado quando do evento da Copa das Confederações em 2013. A movimentação financeira resultante destes turistas na Copa do Mundo será de R$ 543 milhões, enquanto Fortaleza terá algo em torno de 30% a mais, segundo a mesma fonte. "Já passou da hora, após quase um ano e meio da nova administração, para que a Prefeitura de Salvador implemente políticas públicas eficazes capaz de gerar riquezas e empregos na nossa cidade. Até agora nada, ou muito pouco, foi feito neste sentido. Ficamos a assistir a obsessiva preocupação da Prefeitura de arrecadar cada vez mais, e mais, sem dotar a cidade de uma economia sustentável. Cidade pobre, cidadãos pobres", avalia Trindade.

Facebook Comments