Data de Hoje
21 October 2021
MUSA – Festival de Música Universitária de Salvador (Foto: Divulgação / Agecom)

Salvador promove Festival de Música Universitária

O projeto visa incentivar a retomada da produção musical realizada nas universidades e faculdades baianas

O clima dos festivais de música produzidos em faculdades e universidades será retomado com o MUSA – Festival de Música Universitária de Salvador, promovido pela Prefeitura por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), em parceria com o Núcleo de Ações Culturais Estratégicas (Nace). O evento tem como intuito estimular a irreverência criativa própria dos estudantes universitários, sob o conceito “Atitude e Criatividade”.

Além disso, pessoas da área de Design ou com afinidade em artes plásticas podem participar da concepção do Troféu Musa 2016. As inscrições começam nesta terça-feira (15) e prosseguem até o próximo dia 20 de abril, exclusivamente pelo site www.festivalmusa.com.br, onde também estão disponíveis os editais e detalhes do projeto. Podem participar do evento alunos matriculados dos cursos de graduação, mestrado e doutorado de instituições de ensino superior localizadas em todo o estado. O Musa oferecerá R$33 mil em prêmios, distribuídos nas categorias Música (1º, 2º e 3º lugar), Banda, Intérprete Masculino, Intérprete Feminino, Arranjo, Instrumentista e o Troféu Musa 2016.

Para o prefeito ACM Neto, o Musa é o resgate de uma importante tradição que é a realização dos festivais. “Mais relevante que o prêmio é a iniciativa de jogar luz para talentos que possam deixar a vocação aflorar e utilizar a criatividade para criar composições a serem apresentadas no evento. Quem sabe não teremos novas revelações? ”, destacou, ao pontuar também que a música pode ser uma oportunidade para que jovens possam encontrar um caminho na vida e desenvolver uma carreira.

O local para a realização das apresentações públicas dos pré-selecionados será na Praça Caramuru, na nova orla do Rio Vermelho. O Musa tem como padrinho o cantor e compositor Pedro Pondé, vocalista da Banda Scambo, que também encerrará o festival.

De acordo com a idealizadora e diretora geral da iniciativa, Eliana Pedroso, “o festival tem a expectativa de criar um espaço agregador, que possa fomentar uma saudável irreverência artística e uma atitude renovadora, descompromissada com regras ou conceitos pré-estabelecidos”.

Seleção

Após a fase de inscrições será feita uma pré-seleção por uma comissão composta por cinco jurados, os quais escolherão as 24 composições que irão para a fase seguinte do MUSA. Essas composições serão anunciadas no dia 28 de abril, em evento a ser realizado no Teatro Gregório de Matos (TGM).

Também no dia 28 de abril será anunciado o artista vencedor do concurso design “Troféu Musa 2016”, que conta com o apoio da Escola de Belas Artes da Ufba. O design do troféu deverá ser escolhido em votação pela internet e fará jus a um prêmio de R$ 2 mil. As peças concorrentes poderão ser vistas em exposição no TGM no dia do evento.

As 24 canções selecionadas seguirão para as semifinais, que acontecem nos dias 14 e 15 de maio e 12 finalistas, escolhidas por uma nova comissão, chegarão à final. A última etapa será realizada em dia 22 de maio. As apresentações públicas do Musa acontecerão na Praça Caramuru, mais identificada como estacionamento do mercado do Rio Vermelho e serão abertas ao público.

Premiação

A composição vencedora levará uma premiação de R$ 8 mil; o segundo colocado leva R$ 4 mil, e o terceiro R$ 3 mil. Porém, outros prêmios ainda completam o Festival. A banda vencedora, por exemplo, levará para casa R$ 5 mil, o arranjador e intérpretes, masculino e feminino, receberão R$ 3 mil cada.  Já o instrumentista premiado leva para casa R$ 2 mil.​

Por Click Notícias
Facebook Comments