Data de Hoje
3 August 2021
Foto divulgação

Salvador terá semana de artes marciais por iniciativa do vereador Felipe Lucas

Fundar um movimento de fomento às artes marciais, utilizando o esporte para a inclusão social de crianças e jovens. Com esse objetivo o I Fórum Salvador MMA reuniu mais de 600 praticantes e mestres de diversas academias da cidade no Clube Espanhol, no último sábado (7/10), para discutir com o poder público políticas de incentivo à modalidade. Na ocasião, foi afirmado pelo vice-prefeito Bruno Reis, que será sancionada a Lei que institui a Semana das Artes Marciais de Salvador sempre na última semana do mês de setembro.

“O prefeito sancionaria aqui no evento o projeto de lei de autoria do vereador Felipe Lucas, que institui a Semana das Artes Marciais. E infelizmente sua avó faleceu e ele não pode estar aqui hoje, mas essa semana vamos sancionar essa lei e tornar uma realidade no calendário de Salvador com um grande evento como esse”, destacou o vice-prefeito, que fez questão de destacar no seu discurso a diferença que o esporte, em especial as artes marciais, teve em sua formação.

Mediador do painel “Recursos e Apoios para às Artes Marciais”, o vereador Felipe Lucas ressaltou o trabalho feito pela prefeitura de Salvador na construção de espaços de lazer na cidade e solicitou do prefeito ACM Neto, que esses espaços contemplem “tatames públicos” para a prática das artes marciais. O vereador, padrinho do projeto Social Boa Luta que atende mais de 300 crianças do bairro da Boca do Rio, reforçou ainda a necessidade de incluir as artes marciais no currículo escolar, por meio da Educação Física. “As regras que eles aprendem no esporte são regras para a vida”, pontuou.

Felipe Lucas também justificou a iniciativa de criar a Semana de Artes Marciais. “Todo esse discurso sobre o esporte está mais que provado. A gente sabe que o esporte, em especial, as artes marciais, resgata vidas, é bom para o corpo e a saúde mental, mas o que eu sentia falta é de atitude. Daí que surgiu a ideia de a gente trazer o poder público, a iniciativa privada, e reunir com professores renomados para propor ações que promovam o esporte”, explicou. Durante o fórum, o projeto de lei foi simbolicamente passado às mãos do chefe de gabinete do prefeito ACM Neto, João Roma.

Interessado em apoiar a iniciativa, o presidente da Câmara Leo Prates, compareceu ao evento e colocou a estrutura da Casa Legislativa à disposição do movimento em defesa das artes marciais. “O projeto do vereador Felipe Lucas foi aprovado por unanimidade e conta com nosso total apoio. Sugiro ainda que no próximo ano, façamos esse evento no Centro Cultural da Câmara”, defendeu Leo Prates.

O apoio e compromisso também foi firmado pelo secretário municipal de Trabalho Esporte e Lazer, Geraldo Júnior. “Pode contar, Felipe. Assim como a prefeitura de Salvador colaborou para realização deste evento, continuaremos parceiros na construção dessa agenda do esporte, onde tantos mestres trabalham de forma voluntária e precisam desse apoio para continuar esse belíssimo trabalho”. O debate contou ainda com a participação do representante ONU, o oficial do Programa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Frederico Lacerda.

Atletas comemoram conquista

Presença marcante no fórum, o ex-campeão do UFC, o lutador Júnior Cigano falou do sentimento dos atletas diante da conquista. “Superou todas as minhas expectativas. Criar uma semana de artes marciais, um momento para discutirmos as necessidades do esporte é algo fantástico. Nós que temos mestres como o Yuri, que fazem esse trabalho sozinhos, no esforço individual de cada um, e hoje vê que encontramos um representante, porque isso que o Felipe conseguiu aqui hoje deixa a gente muito animado”, resumiu.

O I Fórum Salvador MMA é assinado pelo mestre Yuri Carlton, que revelou Júnior Cigano para a modalidade. A mobilização de Carlton trouxe ao evento treinadores de renome como o Luiz Dórea, o campeão olímpico de Box, Robson Conceição, o lutador Reginaldo Rolyfield, o escritor e comentarista do Canal Combate Jorge Alonso e muitos outros atletas. A atividade foi encerrada em uma grande roda de Capoeira para celebrar a conquista.

 

Facebook Comments