Data de Hoje
26 February 2021

Salvador terra sem segurança pública mulher assassinada na porta de casa em Pirajá

Uma “onda” de violência contra mulheres em Salvador fez mais uma vítima neste mês de julho. Na manhã desta quinta-feira (9/7), Anaile de Jesus Silva, 32 anos, foi executada na porta de casa, na Travessa Sérgio de Oliveira, no bairro de Pirajá.

O pai da vítima, que preferiu não se identificar, disse ao repórter da TV Aratu, Fábio Gomes, que sua filha estava dormindo quando, por volta das 6h, ela ouviu alguém bater na porta de sua residência e a chamar pelo próprio nome. Anaile teria acordado e, em seguida, ido em direção à entrada da casa. No local, quatro homens encapuzados a esperavam. Com armas em punho, dispararam friamente contra a vítima, que morreu no local.

Anaile morava com dois filhos, um irmão e a mãe, que está em choque. Todos estavam no imóvel no momento da execução. Policiais da 9ª Companhia Independente (CIPM/Pirajá) chegaram a ser acionados, mas o grupo não foi localizado. O corpo de Anaile foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e não há detalhes sobre seu enterro. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar a motivação e a autoria do assassinato.

De acordo com o boletim da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, Anaile foi a sétima mulher morta neste mês de julho. Um média de quase uma morte por dia. Os óbitos foram registrados em Salvador e na Região Metropolitana.

Facebook Comments