Data de Hoje
2 August 2021

Secretário da Casa Civil de Rui diz que laudo sobre CCB é ‘incorreto’

Bruno Dauster, secretário da Casa Civil de Rui, decidiu abrir fogo e diz que se o laudo do DPT sobre as causas do acidente do Centro de Convenções da Bahia estiver, de fato, responsabilizando a falta de manutenção pelo episódio, trata-se de ilação. Ele ainda não teve acesso ao documento.

– Eu diria que se o laudo técnico diz isso mesmo, é superficial e incorreto. Trata-se de ilação pois não tem base fática. Ilação é dizer que não houve manutenção e, por isso, caiu. A ilação não está baseada nos fatos, mas no desconhecimento dos técnicos.

Tirantes

– Ele explica. Diz que a empresa contratada pelo Estado para a manutenção já seguia um programa de trabalho estabelecido quando ocorreu o desabamento parcial da estrutura.

Naquele momento, dos 21 tirantes, 20 deles já estavam colocados, somente aguardando o corpo de prova – amostras testadas para aferir resistência – para serem soldados. Os novos tirantes teriam o dobro da espessura em relação aos originais.

Havia corrosão, concorda Dauster, em razão do salitre da região, mas que em nenhum momento houve indicação técnica de que havia risco de ruptura. Um vento muito forte naquela noite, aliado à situação do prédio, pode ter levado ao acidente, diz.

Dois centros – Ele diz, ainda, que sai em 60 dias o nome da empresa que vai construir e administrar o novo CCB estadual, seja no Parque de Exposições (Reag/World Trade Center) ou na Arena Fonte Nova (Consórcio Fonte Nova Participações). O governo mantém firme o projeto após anúncio do centro municipal no Aeroclube por Neto?

– Por que o governo irá parar um processo que já havia sido anunciado antes do Centro de Convenções do município?

Bruxa solta no PSD

Coincidência ou não, três ações da PF ou ministério público caíram em cima do PSD semana passada: Claudia Oliveira (Porto Seguro), José Robério (Eunápolis) e Agnelo Santos (Santa Cruz Cabrália). Depois veio Jusmari Oliveira, hoje na Sedur. E, na sexta, a deputada Ângela Sousa. As acusações vão de fraude em licitações a desvios. O PSD é o principal aliado de Rui. Na Bahia, possui o maior número de prefeituras, 83, e tem como presidente o senador Otto Alencar.

Por Regina Bochicchio/A Tarde
Facebook Comments