Data de Hoje
21 February 2024

Será? Meirelles aprova corte de juros e garante estabilidades na inflação

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, avaliou como “importante” a redução da taxa básica de juros para 6,5% ao ano e que não há risco da inflação subir neste momento. A avaliação foi feita na manhã desta quinta-feira (22) em entrevista à Rádio Piratinga, de São José dos Campos (SP).

A nova redução da taxa básica de juros da economia brasileira, que foi de 6,75% ao ano para 6,5% ao ano, foi anunciada na quarta-feira (21) pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. “É uma redução importante. Em primeiro lugar porque é viabilizada porque a inflação está baixa e isso é exepcional. Inflação baixa permite que os salários mantenham o poder de compra. A inflação baixa é fundamental para a economia como um todo”, disse.

O ministro Henrique Meirelles ainda afirmou que o novo corte na taxa de juros – a 12º consecutiva na Selic – sinaliza uma avaliação positiva do Banco Central com relação à inflação e que a medida estimula a economia. A taxa de 6,5% ao ano é a menor desde a adoção do regime de metas para a inflação, em 1999, e também de toda a série histórica do BC, iniciada em 1986.