Data de Hoje
24 June 2021

Servidores da Transalvador e educação fazem protesto contra Neto nesta manhã

Em greve desde a última sexta (16), os servidores da Transalvador continuam a série de mobilizações pela implantação imediata de um Plano de Cargos e Vencimentos (PCV) digno e justo para todos os servidores municipais e contra um acordo feito entre a prefeitura e o Sindseps, fora da Mesa Permanente de Negociação, do qual todos os  Servidores Públicos do Município de Salvador, tem que renunciar a correção inflacionária na data base dos dois próximos anos para que o PCV seja implantado.
 
Ontem os servidores realizaram panfletagem e hoje realizam uma ação social junto ao Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (NACCI) com a entrega de alimentos e produtos de limpeza arrecadados nos últimos dias.
 
“Neste ano decidimos que todas as nossas mobilizações serão acompanhadas de uma ação social. Em fevereiro realizamos uma doação de sangue coletiva no HEMOBA e hoje estamos levando essa corrente do bem ao NACCI”, informou Adenilton Junior, presidente da ASTRAM. na quinta-feira (22), os servidores realizam uma caminhada do Campo Grande até a Prefeitura e na sexta (23), realizam assembleia às 10h no pátio da GTRAN.
 
“Voltamos a reafirmar que estamos abertos ao diálogo e que até agora a prefeitura não apresentou nenhuma nova proposta. Na última reunião que tivemos, no dia  16/05, o Secretário de Gestão, Sr. Alexandre Pauperio, primeiro quis impor que aceitássemos abrir mão da correção inflacionária na data base dos dois próximos anos, depois tentou culpar a categoria por uma possível não implantação do PCV. No final ainda retirou a última proposta feita pelo Secretário Fabio Mota e pelo Superintendente Fabrizzio Muller, numa clara tentativa de intimidação à categoria”, concluiu Adenilton Junior, presidente da ASTRAM.
Facebook Comments