Data de Hoje
21 September 2021
Servidores municipais de Salvador decidiram manter greve (Foto: Divulgação/Sindiseps)

Servidores municipais realizam assembleia e decidem manter greve

Reunião ocorreu na manhã desta sexta-feira (8), em Salvador.

Após assembleia, categoria saiu em caminhada até a Praça Municipal.

Após assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (8), no ginásio de esportes do Sindicato dos Bancários, em Salvador, os servidores municipais decidiram manter a greve, que já dura 25 dias. Após a assembleia, a categoria saiu em caminhada com destino à Praça Municipal.

De acordo com a Transalvador, por volta das 11h30 a manifestação estava na Avenida Sete, altura do Colégio São Bento, e ocupava todas as faixas da via. Por causa do ato, o trânsito está parado no local.

Em campanha salarial, os servidores tiveram desconto de 40% nos salários que estavam bloqueados durante a greve e que foram pagos na quinta-feira (7). As informações são do Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps).

Ainda na quinta-feira, a Secretaria Municipal de Gestão (Semge) confirmou o corte de 40% e destacou que pagou apenas os 15 dias que os servidores trabalharam. Explicou ainda que a prefeitura não teve como processar de forma específica diferentes folhas de pagamento com descontos salariais diferentes para compensar exatamente os dias que não foram trabalhados por cada servidor que integra a greve.

Segundo a entidade de classe, a prefeitura negou proposta da categoria de receber o salário integral imediatamente, e pagar as horas não trabalhadas por causa da greve em jornadas extraordinárias.

Ainda de acordo com o Sindiseps, não há nenhuma reunião agendada com a prefeitura. Uma nova assembleia da categoria ainda será marcada.

Por G1
Facebook Comments