Data de Hoje
12 April 2021

Sesab destinará aos municípios R$ 3,7 milhões para combate à Dengue e Chikungunya

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) destinará R$ 3,7 milhões aos municípios para aplicação em ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da febre chikungunya, dengue e zika. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (30). Só até julho desto, de acordo com a Sesab, foram notificados na Bahia 94 mil casos da tríplice epidemia, sendo 50.893 ocorrências suspeitas de dengue, 9.312 de chikungunya e 34.518 de zika. O recurso, considerado complementar, deve ser aplicado nas áreas de Vigilância, Controle Vetorial e Mobilização Social. As ações constituem o Plano de Contigência para o combate à chikungunya nos municípios baianos. Todas as 417 cidades do estado poderão receber a verba. A Sesab explica que, para ter acesso o recurso, os municípios terão de cumprir algumas exigências. A partir da data da publicação, os gestores terão 45 dias para encaminhar à Sesab um Plano de Contingência Municipal homologado no Conselho Municipal de Saúde; apresentar a série histórica da Incidência de casos confirmados de Dengue entre os anos de 2009 a 2014 e apresentar o Índice de Infestação Predial do mesmo período, apontando os bairros com maior risco de transmissão e tipos de criadouros predominantes. Já os valores a serem repassados variam entre R$5 mil e R$20 mil, levando em consideração o número de habitantes de cada município. As cidades com até 20 mil habitantes receberão R$ 5 mil; os que possuem entre 21 mil e 50 mil habitantes obterão R$ 10 mil; aqueles com população entre 51 mil e 100 mil habitantes embolsarão R$ 15 mil; e os municípios com mais de 100 mil habitantes terão R$ 20 mil para cada grupo de 100 mil moradores. No caso de Salvador, cada distrito sanitário receberá R$ 20 mil, o que fecha em R$ 240 mil para os 12 distritos.

Facebook Comments