Data de Hoje
15 April 2021

Sete integrantes da quadrilha de Quila são presos em Camaçari e Dias D’Ávila

Os traficantes Quila e Nicão estão disputando o comando do tráfico de drogas em Camaçari

Robert Júnior Souza da Guia, conhecido como ‘Cabeça de Ovo’, foi preso na noite desta quarta-feira (31), em Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador. Ele é acusado pela polícia de participar das mortes de três adolescentes em Camaçari, na última sexta-feira (26). Ele contou para os investigadores que ficou de vigia, enquanto o restante da quadrilha executava as vítimas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Cabeça de Ovo foi preso durante a operação Camaçari Mais Segura – uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar para combater o tráfico de drogas no município. Além dele, outras seis pessoas também foram presas.

Em Dias D’Ávila foram detidos também Vinícius Elias Chagas, o ‘Guelo’, e um adolescente, ambos por tráfico de drogas. Através dessas três prisões a polícia descobriu que outros membros da quadrilha estavam escondidos em um sítio na Via Parafuso, em Camaçari. A população também denunciou a movimentação de pessoas estranhas no local.

Foram presos em flagrante Gutemberg Júnior Conceição Almeida e Alex Souza Silva. Um adolescente foi apreendido. Com eles foram encontrados maconha e sacos plásticos usados para embalar a droga. De acordo com a polícia, os homens integram a quadrilha de Marivan Elias da Silva, o ‘Quila’, responsável pelos homicídios que ocorreram em Camaçari no último mês e líder do grupo ainda procurado pela polícia.

Outros dois suspeitos foram presos na terça-feira (30): Florisberg Antônio dos Santos e Jéferson Oliveira Rodrigues. Eles também integrantes da quadrilha de Quila e foram autuados em flagrante por prática de roubo. No sítio foi encontrado um carro em nome de Florisberg.

Adolescente encontradas mortas na noite de sexta-feira em Camaçari
(Foto: Reprodução/ Facebook)

Crime
Emilly Lampanche Rocha, 17 anos, e as irmãs Vitória Nataline Carneiro Cruz, 17, e Renata Carneiro Cruz, 16, foram mortas em uma casa na Rua Maria Meire, no bairro de Nova Vitória, em Camaçari. Segundo testemunhas, quatro homens invadiram a casa e atiraram nas vítimas.

Um adolescente de 16 anos que também estava no local foi baleado por um tiro na região do ouvido e encaminhado ao Hospital Geral de Camaçari. O corpo de outro jovem, Jackson de Jesus dos Santos, 21, que também estava no imóvel, foi encontrado no dia seguinte em outro bairro de Camaçari.

Segundo a polícia, as mortes foram provocadas por disputas entre os traficantes Claudomiro Santos Rocha Filho, o Nicão, e Marivan Elias da Silva, o Quila, que estão em guerra pelo comando do tráfico de drogas em Camaçari. Eles foram aliados até o final de 2015 quando passaram a disputar os pontos de tráfico na cidade.

Nicão quando ainda estava sendo procurado pela polícia
(Foto: Divulgação/ SSP)

Segundo a titular da Delegacia de Homicídios da cidade, Maria Tereza Silva, as adolescentes assassinadas tinham um relacionamento com traficantes da quadrilha de Nicão e, por essa razão, foram mortas.

“Em Camaçari tem dois grandes traficantes, Quiila e Nicão. Nicão, para ganhar força, porque estava no presídio, se uniu a dois outros traficantes, que não eram tão grandes assim, mas que ganharam força com Nicão: Capenga e Nana. Esses três se uniram para atacar os meninos de Quila. Por conta disso, Quila se sentiu acuado e nesse final de semana atacou os meninos de Nicão”, contou.

Quila ainda está sendo procurado pelos investigadores
(Foto: Divulgação/ SSP)

A assessoria da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) informou que Nicão está preso no no Centro de Observação Penal (COP), no Complexo Penitenciário da Mata Escura. A advogada e namorada dele, Rebeca Cristine Gonçalves dos Santos, foi presa na terça-feira (30) acusada de tráfico de drogas, associação ao tráfico e lavagem de dinheiro.

Facebook Comments