Data de Hoje
16 June 2021

Sindicato dos Rodoviários ameaça nova paralisação se não houver acordo nesta sexta-feira

Empresários do setor de transportes e representantes do Sindicato dos Rodoviários da Bahia se reúnem, nesta sexta-feira (4), às 14h, para retomar as negociações salariais. A categoria pede a manutenção da data-base e revisão da compensação das horas extras.

A negociação salarial ocorre em meio a risco de paralisação dos rodoviários. Na última segunda-feira (31), as partes se reuniram com a mediação da desembargadora Dalila Andrade, presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Na última negociação fracassada, a categoria decidiu fazer uma paralisação relâmpago, no dia seguinte, e manteve os coletivos nas garagens, das 4h às 8h. Proibidos pela Justiça de fazer movimentos grevistas, os trabalhadores disseram que utilizariam o horário para realizar uma assembleia.

No último encontro, a magistrada estabeleceu os limites para uma eventual greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Salvador. Caso haja a paralisação, os trabalhadores terão de manter as atividades nos horários de pico (das 5h às 8h e das 17h às 20h), além de garantir 60% da frota de coletivos, por linha.

Nos demais horários, ficou definida a manutenção de 40% da frota de coletivos por linha do transporte urbano de Salvador, enquanto durar a paralisação.

A presidente do TRT determinou ainda que o Sindicato dos Rodoviários só pode deflagrar a greve a partir da prnóxima segunda-feira (7), caso não haja avanço nas negociações desta sexta.

Foto: Secom/PMS
Muita Iformação
Facebook Comments