Data de Hoje
23 September 2021

Site com luta-livre e sexo explícito é versão pornô do UFC Confira as Fotos

À primeira vista tudo parece normal nas lutas do Ultimate Surrender, mas logo o espectador percebe porque a “organização” é uma espécie de UFC pornô: o objetivo final não é imobilizar a adversária e sim fazer carícias sexuais nela.

Tudo começa como um combate de luta-livre ou MMA: apresentação dos juízes e lutadoras, plateia, placar com a pontuação, ranking… Mas logo as peças de biquíni começam a cair e surgem as primeiras instruções do público: “Enfia o dedo! Pega os seios! Beija os seios!”.

As lutas são divididas em três rounds de 8 minutos, ganha quem fizer mais carícias na adversária – sexo oral é o “golpe” que mais pontua. Ao final, a vencedora ganha o direito de dominar a perdedora por até 10 minutos.

O Ultimate Surrender nasceu 11 anos atrás, fundado por um lutador que se tornou diretor de filmes pornográficos. O site/organização é dirigido atualmente pela atriz pornô Ariel X, faixa roxa de jiu-jitsu e praticante de sambo e boxe tailandês.

Estrelado por atrizes pornográficas, o Ultimate Surrender as chama de lutadoras, e muitas levam a sério o tratamento, treinando de verdade.

O clima sério é levado para as lutas, que têm regras rígidas. Risadas não são bem vindas e é proibido ficar de pé, puxar os cabelos e dar socos.

Ao final das temporadas, a mais recente delas de número 12, a melhor lutadora de cada uma das três categorias ganha o título de campeã, tudo visto por uma plateia e outras pessoas que pagam para ver as transmissões na internet.

888 4444 7777 rrtyutttt

Facebook Comments