Data de Hoje
28 July 2021
Foto reprodução Simões Filho Online

Socorro prefeito! “Falta tudo nas escolas municipais”, diz pais de alunos em Simões Filho

O ano letivo dos estudantes das escolas Municipais de Simões Filho está comprometido. A Prefeitura não está oferecendo as mínimas condições para o calendário escolar 2017. A atual fragilidade da base educacional de Simões Filho é o resultado da falta de planejamento da nova administração municipal – em que o prefeito Diógenes Tolentino – Dinha (PMDB, prefere fazer de conta que está tudo bem.

A falta de comprometimento com a educação da cidade já prejudica milhares de alunos. Em todas as escolas do Município falta merenda escolar, em outras não tem professores, zelador e vigia. Algumas não tem nem papel para imprimir provas, muito menos material didático, como é o exemplo da Escola Manoel Evangelista da Silva, Bairro Convel, lá as crianças estão sendo liberadas mais cedo por falta de merenda e de aulas, conforme denuncia os pais. A visão do caos se insere no contexto de abandono por parte do poder público municipal.

Na Escola Municipal Clarice Ferreira, pais de alunos informaram que falta até folha de papel ofício. Outra unidade de ensino apontada é Escola Municipal Profº. Apolinario Ferreira Borges, por lá a situação também é bastante complicada.

Diante da estrutura calamitosa das unidades escolares do município – a intenção da prefeitura em iniciar as aulas é mais uma atitude desrespeitosa com a população simõesfilhense. Como oferecer um ambiente escolar sem merenda, sem papel e tinta nas impressoras, sem material de limpeza, sem professores, segurança? (esses são só uma parte dos grandes problemas que assolam as escolas da cidade).

A conclusão que se tem é que o prefeito Dinha não visitou e nem visita a rede pública municipal, pois, pensando do ponto de vista coerente, ele (o prefeito) em contato com a triste e decadente realidade dos espaços escolares – não permitiria esse descaso ou será que permitiria?

MANIFESTAÇÃO

Nesta terça-feira (9/5), pais e alunos da Escola Manoel Evangelista da Silva, localizada no Bairro Convel, realizaram uma manifestação e denunciaram o descaso que vive a unidade de ensino. Moradores disseram que estão abandonados pela prefeitura. “O prefeito de Simões Filho fez a gente como cachorro aqui”, desabafou Dona Eliete, mãe de aluno. Veja no vídeo o desabafo completo.

Fonte: Simões Filho Online
Facebook Comments