Data de Hoje
18 April 2021
Presidente nacional do partido Solidariedade,deputado federal Paulinho da Força / Foto: Reproduçlão

Solidariedade debate temas prioritários para jovens brasileiros

O Grupo de Trabalho (GT) dos Jovens e o partido Solidariedade, nesta quinta-feira (18) debateram temas prioritários a serem considerados pela secretaria do partido. Foram destacados educação, segurança, emprego, cultura, esporte e lazer. Os temas em destaque foi à evasão escolar, precariedade do ensino, baixas políticas públicas para a educação urbana e rural, corrupção, falta de vagas nas creches, trabalho informal e escravo, racismo e sucateamento da classe policial foram pontos considerados preocupantes para os jovens.

Algumas alternativas também foram apontadas para a melhoria da qualidade de vida de pessoas entre 16 e 35 anos. “A escola em tempo integral, apoio dentro das instituições para atender e aproximar as famílias e bibliotecas com acesso à internet são algumas alternativas para melhorar a educação dos nossos jovens”, exemplificou a presidente municipal de Ibitinga e candidata a vereadora, Alliny Sartori.

Os participantes sugeriram uma legislação para colaborar com jovens que têm filhos, que é a possibilidade de ampliar a presença de creches dentro de empresas, inclusive para as crianças que já saíram da idade de amamentação. Outras propostas como melhorar a qualidade do Programa Jovem Aprendiz, incentivo aos trabalhos sociais e à qualificação de funcionários dentro das empresas também foram assuntos apresentados.

Os participantes do GT também colaboraram com diretrizes para desenvolver a missão, visão e os valores da secretaria. Além de identificarem os seguintes segmentos para trabalhar: movimento estudantil, jovens agricultores e empreendedores, movimentos sociais, jovens pais, criminalidade, primeiro emprego, mulheres, formação política e vulnerabilidade do jovem.

O Grupo de Trabalho foi executado pela Fundação 1º de Maio entidade de formação política ligada ao Solidariedade, e todas as informações coletadas durante o encontro serão levadas à Secretaria Geral do partido para serem analisadas e as ferramentas deliberadas para a Secretaria dos Jovens.

“Eu não tenho conseguido acompanhar todos os eventos do Solidariedade e da Fundação 1º de Maio, mas estou sabendo que só no 1º semestre deste ano, capacitamos cerca de 7 mil pessoas para tentar mudar a imagem da política do Brasil”, falou o presidente nacional do partido, o deputado federal Paulinho da Força. “Há muitos partidos, mas para nos destacarmos, temos que trabalhar muito e é isso que estamos fazendo”.

 

Com informações Solidariedade
Facebook Comments