Data de Hoje
26 May 2022

Solidariedade inicia em São Paulo encontro com presidentes estaduais do partido

O partido Solidariedade, legenda criada há cerca de dois anos e que tem se destacado na oposição ao governo federal, realiza nesta quinta e sexta-feira (28 e 29) em São Paulo um encontro com os presidentes do partido em todos os estados brasileiros.

O objetivo do evento é reforçar a organização do partido no país, aumentando a filiação de militantes e preparando o partido para as eleições deste ano.

Teve destaque no encontro o debate sobre a Resolução 23.465 do TSE, que disciplina a criação, organização, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos e que tem, como um de seus pontos, a exigência de criação de diretórios nos municípios para a disputa das eleições. Como grande parte da vida dos partidos se baseia na existência de comissões provisórias, a resolução pode inviabilizar muitas candidaturas.

Outro destaque das falas foi o empenho pelo aumento no número de filiados. Muitos estados estão com campanhas de filiação ativas e, se depender da nacional, precisam intensificar o trabalho. Uma das ideias, é a de premiar os municípios onde o partido consiga mais militantes com uma participação de lideranças no horário eleitoral. A ideia foi apresentada pelo presidente estadual do Solidariedade na Bahia, Luciano Araújo, e foi elogiada por outros presidentes estaduais e pelo presidente nacional, Paulinho da Força.

Paulinho também destacou a importância de estruturar secretarias sociais em todos os estados e municípios. “Se tivermos 5.545 municípios com o Solidariedade e se cada um desses tiver uma secretária da Mulher atuante, serão mais de 5.000 mulheres filiadas e atuantes no país. Se cada uma dessas trouxer dez novas filiadas – e temos de exigir isso – será um verdadeiro exército de lideranças defendendo o direito das mulheres e levando o nome do partido. Imaginem isso também com as outras secretarias, como a do Idoso e a dos Jovens.

No encontro, todas as lideranças estaduais puderam explicar como está o partido em seu estado e dar sugestões para a nacional. Nesta quinta, estiveram presentes os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Amapá, Amazonas, Tocantins, Maranhão, Pará, Piauí e Paraíba. Nesta sexta, estarão presentes os outros estados brasileiros.

Além das presidências estaduais, estiveram ainda no encontro diversas lideranças como o secretário nacional do Movimento Sindical, Geraldino dos Santos, a secretária nacional da Mulher, Eunice Cabral, o secretário executivo da Secretaria Geral, Luiz Adriano da Silva, o tesoureiro estadual de São Paulo, José Gaspar de Campos e o vice presidente estadual do partido em São Paulo, Luiz Carlos Anastácio, o Paçoca. Participou ainda, pela Fundação 1º de Maio, Samanta Costa, e o diretor técnico da entidade, Diógenes Sandim.

Facebook Comments