Data de Hoje
24 January 2022

Suíca cobra da prefeitura que Escolas Comunitárias também sejam contempladas com cestas básicas

Durante a inauguração da nova Unidade Básica de Saúde (UBS) de São Gonçalo do Retiro, na manhã de hoje (17), o prefeito ACM Neto anunciou outras medidas para conter o avanço do novo coronavírus na cidade. Uma delas será a distribuição de cestas básicas para cada um dos cerca de 140 mil estudantes da rede municipal de ensino que terão as aulas suspensas a partir desta quarta-feira (18), inicialmente pelo período de 15 dias, conforme decreto publicado ontem no Diário Oficial (DOM).
“Nós vamos dá uma cesta básica para cada aluno da rede municipal por mês, enquanto houver a suspensão das aulas. A partir de segunda-feira (23), nós vamos começar a fornecer uma cesta básica por aluno. Cada família receberá por quantidade de alunos e não por família”, reforçou Neto.
O vereador Luiz Carlos Suíca (PT), pede que a prefeitura inclua Escolas Comunitárias na distribuição das cestas básicas. “ Temos em toda Salvador cerca de 130 escolas comunitárias, e com a suspenção das aulas, os alunos irão ficar em suas casas por 15 dias, ou mais a depender da situação, como é que essas crianças que são de famílias carentes irão se alimentar? Esperamos que o prefeito ACM Neto se sensibilize com a situação do povo carente da periferia e que a prefeitura de Salvador inclua essas escolas dentro das 130 mil cestas básicas que irão ser distribuídas”, ressalta o edil.

Ainda de acordo Neto as cestas básicas serão retiradas nas escolas. “Nós vamos detalhar a partir de amanhã (18), dando total publicidade de como os pais devem proceder para retirar essas cestas básicas”, disse Neto.

A distribuição das cestas básicas, que começa na próxima segunda-feira (23), vai beneficiar todos os alunos da rede, e não apenas aqueles que estudam em tempo integral. Inicialmente será uma cesta por aluno. Mas se houver prorrogação da suspensão das aulas, em função do quadro do coronavírus, será uma por mês. Essa distribuição vai acontecer nas próprias escolas, conforme detalhamento a ser feito amanhã (18) pela Secretaria Municipal de Educação (Smed).

Facebook Comments