Data de Hoje
5 August 2021

Suplentes assumem e PT se fortalece na Câmara de Vereadores

Dos três novos vereadores que tomaram posse na manhã de ontem na Câmara de Vereadores de Salvador, só um é genuinamente novato e os outros já são velhos conhecidos do Legislativo soteropolitano. Com a saída dos vereadores Alan Castro (PTN), Heber Santana (PSC) e David Rios (PROS) que se licenciaram por 120 dias, sem remuneração, para dedicar mais tempo às campanhas rumo à Assembleia Legislativa da Bahia, ingressaram Everaldo Santos (PTN), conhecido por Beca, Paulo Magalhães Júnior (PSC) e Alcindo Anunciação (PT). Tanto Magalhães quanto Anunciação assumiram o quarto mandato cada. Durante discurso, o social cristão argumentou que a volta às atividades parlamentares representa “a continuação do trabalho para melhorar as comunidades carentes de Salvador”. Ele deverá seguir a orientação do partido e permanecer na base do prefeito ACM Neto (DEM), seu primo, mesmo após ter passado por contendas familiares com o democrata na legislatura passada. Na corrida pela a eleição, Magalhães Jr. chegou a emplacar 5.991 votos, 0,46% dos votos válidos da eleição proporcional, o mais votado entre os três colegas empossados. No entanto, a oposição deverá ganhar  um nome. O PT, que faz oposição ao prefeito ACM Neto, tem agora Anunciação em sua bancada junto a Gilmar Santiago (PT), Vânia Galvão (PT), Arnando Lessa (PT), Henrique Carballal (PT), J. Carlos Filho (PT), Suíca (PT), Moisés Rocha (PT) e Waldir Pires (PT). “A Câmara transmite o clamor da cidade e somos procuradores da população de Salvador”, discursou o petista que nas urnas aglutinou 5.657 votos. Debutante, o vereador Beca disse que trabalhará pelas comunidades do Luiz Anselmo, Cosme de Farias, Vale do Matatu e Vila Laura, buscando melhorias para a “saúde, educação, saneamento básico, transporte e segurança”. Fez vários agradecimentos, sobretudo ao vereador Alan Castro, lembrou que chorou quando perdeu a eleição por 47 votos, ficando na suplência, e frisou que reforçará a bancada do governo. Beca obteve 5.366 votos em outubro de 2012, 0,42% dos votos válidos da proporcional. O presidente da Casa, vereador Paulo Câmara (PSDB), deu boas-vindas aos três vereadores empossados, prevendo a possibilidade de os mandatos serem mantidos até o final da 17ª Legislatura, em dezembro de 2016, com os vereadores licenciados eleitos deputados. Disse ainda que “todos os vereadores cumprem o seu papel de trabalhar por Salvador e que a Câmara é uma Casa independente e harmoniosa com o Executivo Municipal”. Em nome do prefeito ACM Neto, o secretário municipal João Roma deu também boas-vindas aos três vereadores empossados e reafirmou a harmonia que existe entre a Câmara e a prefeitura.

Facebook Comments