Data de Hoje
24 September 2021
Filipe Toledo winning his Roun2 heat.

Surf Eco Festival confirmado em Itacaré

Festival que reúne surfe, cultura e ecologia será realizado entre os dias 26 de outubro e 1º de novembro

Pela terceira vez consecutiva Itacaré recebe um dos maiores eventos de surf do país. De 26 de outubro até o 01 de novembro, a cidade ganhará a oitava edição do Surf Eco Festival. O evento é internacional e faz parte do circuito mundial de surf masculino, válida pela Word Surf League  (WSL). Mas não só as ondas que chamarão a atenção do público. Além de ações ecológicas, culturais, sociais e de sustentabilidade, acontece um festival musical deve atrair os amantes de diferentes ritmos. O Surf Eco Festival acontece na praia da Tiririca, uma das melhores para o surf no Brasil. Em 2015, é uma etapa QS 6.000, que significa seis mil pontos no ranking internacional e US$ 150 mil em premiação. O evento é promovido pela Dendê Produções desde 2008 e conta com o patrocínio da Prefeitura de Itacaré, Pousada Ecoporan, Secretaria do Turismo da Bahia, Mahalo e Skol.

Adriano de Souza

Adriano de Souza

A competição esportiva acontece das 7 às 17h e conta com centro técnico, área de atleta e camarote VIP e transmissão ao vivo no site oficial www.surfecofestival.com.br

História do Surf Eco Festival – A história do Surf Eco Festival começou em 2008, na igualmente paradisíaca Praia do Forte, em Mata de São João, no litoral norte da Bahia. Depois de uma passagem por Salvador, o Surf Eco Festival mudou em 2013 para a cidade de Itacaré.

 A galeria dos campeões do evento foi inaugurada por dois surfistas que há alguns anos vêm brilhando no Circuito Mundial da ASP, o paulista Adriano “Mineirinho” de Souza e a cearense Silvana Lima. No ano seguinte, o evento mudou para Salvador e na capital baiana passou a decidir os títulos sul-americanos Pro Junior masculino e feminino da ASP South America, além de continuar sempre promovendo uma etapa do Circuito Mundial do ASP Qualification Series.

Filipe Toledo winning his Roun2 heat.

Filipe Toledo winning his Roun2 heat.

Outras estrelas foram campeãs desta categoria para surfistas com até 20 anos de idade. Em 2009, o catarinense Alejo Muniz superou o paulista Gabriel Medina com a vitória no Surf Eco Festival na Praia da Armação do Jardim de Alah. No mesmo lugar, Miguel Pupo foi o campeão Pro Junior da ASP South America em 2010. Em 2011, o título foi conquistado por Filipe Toledo na estreia do evento na Praia de Jaguaribe, em frente ao SESC, que também foi o palco da última edição do Surf Eco Festival em Salvador em 2012, antes de ser transferido para a cidade de Itacaré, no litoral sul da Bahia.

Hurley Pro Trestles 2014

Itacaré – Situada na Costa do Cacau, ao sul de Salvador, a pequena cidade abriga uma grande variedade de belezas naturais: praias maravilhosas, cachoeiras deslumbrantes, Mata Atlântica preservada, rios, manguezais e muitos consideram como o lugar que têm as melhores ondas da Bahia. Itacaré tem uma formação geológica única no Nordeste Brasileiro e é muito visitada por praticantes de esportes radicais e de aventura. A Praia da Tiririca já foi palco de etapas do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional e do WCT feminino, mas ficou alguns anos sem receber nenhuma competição importante e só em 2013 sediou pela primeira vez um evento do Circuito Mundial Masculino.

Facebook Comments