Data de Hoje
23 July 2021
Foto reprodução

Temer se recusa a renunciar e afirma: ” Se quiserem, me derrubem”

O presidente Michel Temer (PMDB) reafirmou que  não vai renunciar, pois isso seria admitir a culpa e foi peremptório: “Se quiserem, me derrubem”. Em entrevista à Folha de São Paulo no Palácio da Alvorada, Temer afirmou que não sabia que Joesley Batista era investigado quando o recebeu e disse que não cometeu prevaricação, quando um servidor público tem conhecimento de crime e não denuncia, pois, segundo ele, ouve muita gente, e muita gente diz as maiores bobagens que ele não levaria em conta.

“Confesso que não levei essa bobagem em conta. O objetivo central da conversa não era esse. Ele foi levando a conversa para um ponto, as minhas respostas eram monossilábicas…” Disse também que recebeu o empresário porque pensou que o assunto fosse a Operação Carne Fraca e que quando possível, atende todo mundo, além disso, segundo ele,  Joesley  teria tentado três vezes lhe procurar.
 
Em relação ao assessor Rocha Loures, que foi filmado correndo com uma mala pela rua, o presidente disse que  tudo foi montado e que Joesley teve treinamento de 15 dias para fazer a delação e que o Rodrigo foi induzido, seduzido por ofertas mirabolantes e irreais.

Ao ser questionado se a Procuradoria-Geral armou para ele, o oresidente disse que não faria nenhuma observação, mas que chamou a atenção de todos a tranquilidade com que Joesley saiu do país, quando muitos estão na prisão e sem tornozeleira.

“Além disso, vocês viram o jogo que ele fez na Bolsa. Ele não teve uma informação privilegiada, ele produziu uma informação privilegiada. Ele sabia, empresário sagaz como é, que no momento em que ele entregasse a gravação, o dólar subiria e as ações de sua empresa cairiam. Ele comprou US$ 1 bilhão e vendeu as ações antes da queda”, concluiu.

Na entrevista à “Folha”, Temer afirmou que não está politicamente perdido. “Eu vou revelar força política precisamente ao longo dessas próximas semanas com a votação de matérias importantes. Tenho absoluta convicção de que consigo. É que criou-se um clima que vai ser um desastre, de que o Temer está perdido. Eu não estou perdido”.

Facebook Comments