Data de Hoje
19 September 2021

Thiago Silva revela ritual da seleção na hora de entrar em campo

 

Brasil e Croácia fazem o primeiro jogo da Copa do Mundo74 fotos

5 / 74

Thiago Silva e David Luiz entram no gramado do Itaquerão para aquecimento antes do jogo contra a Croácia Leia mais Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Se em 1994 a seleção inovou ao entrar em campo de mãos dadas para simbolizar união, agora a moda é mão no ombro, como a fila indiana de um colégio. Foi assim que o Brasil entrou em campo na última quinta, na vitória por 3 a 1 sobre a Croácia pela abertura da Copa do Mundo, e é esse gesto que todos devem repetir até o fim da competição.

"Acho que [o ritual] já foi criado na história de cantar o hino junto e abraçado. Agora a gente pretende entrar assim em todos os jogos. É para mostrar que a gente está junto. Claro que não tem de demonstrar nada para ninguém, mas causa uma boa impressão", explica Thiago Silva.

Há 20 anos, a seleção que ganhou o tetra deu um toque especial ao protocolo de entrada no gramado. Em um período de rompimento total com a imprensa, à época muito crítica com as chances do Brasil, os jogadores decidiram dar as mãos na hora de pisar no gramado, como um sinal de que o grupo estava unido. Deu certo.

O gesto de agora passou quase batido. Desde o túnel do vestiário do Itaquerão, os jogadores se posicionaram em fila indiana, como costuma ser, e erguerem o braço direito sobre o ombro do companheiro à frente.

"Foi um amigo nosso, meu e do David [Luiz]. O David veio me mostrar perguntando o que eu achava e a gente resolveu acatar, porque era uma coisa legal', disse o zagueiro.

Leia mais em: http://zip.net/bvnGLl

Facebook Comments