Data de Hoje
9 December 2021

TJ-BA começa a negociar pauta de reivindicação de servidores

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) começou a negociar com o Sindicato dos Servidores Auxiliares do Poder Judiciário (Sintaj), que representa os servidores dos juizados especiais no estado, a pauta de reivindicações para tentar por fim a greve. A reunião entre o diretor do TJ, Franco Bahia e o sindicato aconteceu a partir de uma intermediação proposta pelo presidente da Central Única dos Trabalhadores da Bahia (CUT-BA), Cedro Costa e Silva. O diretor do TJ-BA afirmou que, independentemente do fim do movimento paredista, o presidente do TJ-BA, desembargador Eserval Rocha, enviará, na próxima segunda-feira (3), para a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) o projeto de lei que concede aos servidores o reajuste linear retroativo a março, nos mesmos moldes do que foi dado aos servidores do Poder Executivo. “O presidente já assinou o projeto de lei. Ele prometeu essa concessão e segunda, quando a Assembleia volta do recesso, o projeto será enviado”, assegurou o diretor Franco Bahia. O comando de greve do Sintaj propôs que o tribunal estude o impacto financeiro gerado por outros itens da pauta de reivindicações, incluindo um reajuste no auxílio alimentação e a VPE e  apresentasse propostas concretas para que estas fossem levadas à categoria. Franco Bahia se comprometeu a levar os questionamentos à presidência do TJ, respondendo sobre alguns itens no mais breve espaço de tempo possível.

Facebook Comments