Data de Hoje
24 June 2021

Toda mulher de cabelo comprido acha que é gata

Curtir uma boa balada em Salvador tem ficado cada vez mais complicado. Além do limitado leque de opções no quesito “casas noturnas”, somado ao crescente nível de insegurança que assola a população, as noites da cidade costumam reservar um contratempo a mais: a mulher que gosta de tirar onda.

E você, meu amigo, que conhece bem essa realidade, há de convir que não é só aquela deusa da beleza que costuma ter a postura de se colocar em um pedestal imaginário e se tornar inatingível aos reles mortais. Toda e qualquer mulher que tem o cabelo comprido acha que é gata e que, por isso, tem o direito de tirar onda.

Muitas vezes você está de bobeira na night e quer só trocar uma ideia. Chega na boa e puxa um papo maneiro. A mulher simplesmente faz de conta que você não está ali ou faz aquela cara de nojo, como se você estivesse com uma meleca solta no nariz. Até mesmo um cara bonito como eu corre o risco de ser ignorado. E tomar fora de mulher feia é a pior desgraça que pode acontecer na vida de um homem.

Nas diferentes cidades em que estive, no Brasil e no exterior, a mulher, por mais linda que fosse, jamais me deixou plantado com cara de paisagem ao ser interpelada. Mesmo que não tenham nenhum tipo de interesse no futuro da conversa, as mulheres de outros lugares pelo menos vão te escutar e te responder com educação.

Por outro lado, com um pouco de esforço, dá pra tentar compreender essa postura das mulheres de Salvador. Os homens daqui são muito folgados. Não podem ver uma piriguete qualquer que soltam logo uma “sugesta”. Os caras não respeitam nem as acompanhadas. Lembro de um amigo meu que foi no Pelourinho com a namorada e ouviu de um negão: “Maluco, sua mulher é gostosa pra caralho”. O cara tinha a maior pinta de capoeirista e meu amigo se limitou a concordar com ele e adiantar o lado.

Mas, voltando ao tema central, cabelo comprido não garante beleza de mulher nenhuma. No máximo, dá uma disfarçada. Portanto, nada justifica esse comportamento desagradável quando ocorre um flerte durante uma balada. Como diria um sábio amigo meu: “Mulher feia tem a obrigação de ser gente boa”.

E você? Concorda que as mulheres de Salvador tiram muita onda? Mande mensagem para [email protected] ou para [email protected] e dê sua opinão

Facebook Comments