Data de Hoje
26 January 2021

Trabalhadores de limpeza urbana de Salvador param suas atividades por 24h

Parte dos trabalhadores de limpeza urbana que atua na região do Comércio, Centro Histórico e região do Bonfim parou suas atividades por 24h, a partir desta quinta-feira (14), e cobram melhores condições de trabalho e pagamentos de salários e direitos na capital baiana. A situação chegou a ser controlada pelo vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), junto com o SindilimpBA, ambos representantes da categoria no estado. No entanto, a falta de diálogo com os profissionais e congelamento das negociações com algumas empresas fizeram os garis e margaridas pararem.

“Não temos como controlar a revolta de quem tem meses sem receber direitos e salários. Tem gente ainda devendo feiras do Natal e do Réveillon, isso é inadmissível. Tentamos negociações, falamos da importância do serviço durante a pandemia, mas temos que entender também a situação do trabalhador e da trabalhadora. Arriscar a vida nas ruas sem garantia de direitos e sem receber vencimentos é uma condição muito difícil. Inicialmente farão essa paralisação, mas não descartam greve”, completa Suíca.

A direção do SindilimpBA apoia o protesto dos trabalhadores de limpeza urbana. Para a coordenadora-geral do sindicato, Ana Angélica Rabello, o processo de negociação está travado, não querem dar aumento, não dividem os lucros e não pagam direitos aos profissionais. “Está, cada vez mais, difícil segurar a revolta do pai e mãe de família. Em Salvador, já fizemos de tudo para retomar as negociações com as empresas e com a Limpurb, mas não conseguimos avançar, por isso a paralisação”, completa Ana.

Ascom do Vereador Luiz Carlos Suíca
Vitor Fernandes (DRT-2430)
71 988789657

Facebook Comments