Data de Hoje
5 August 2021

Tráfico de drogas motivou chacina em Ubatã, diz polícia

Homens foram executados dentro de bar na cidade de Ubatã, no interior da Bahia.

z4

A polícia civil de Ubatã, a 378 km de Salvador, aponta uma disputa por pontos de tráfico de drogas como a motivação da chacina ocorrida na noite deste domingo, 13, em um bar na cidade. O crime vitimou quatro homens que bebiam no estabelecimento localizado às margens da BR-330. Até o momento ninguém foi preso, mas policiais garantem que já existem suspeitos do crime.

As vítimas foram identificadas como Diego Ferreira Lima, 16 anos, Alef Almeida de Jesus, 21 anos, Isaías da Silva e um homem identificado como Manoel Pezão. Eles foram mortos com tiros de pistola e de espingarda calibre 12. Segundo a polícia, Alef já tinha passagens pela delegacia por tráfico e porte ilegal de armas.

"É possível que outro deles tenha passagem, mas estamos investigando para confirmarmos esta informação", afirmou o delegado Adelino Loyola de Andrade Neto.

Os quatro jovens bebiam no bar quando foram surpreendidos por três homens que estavam em um veículo de cor escura. Eles ordenaram que todos saíssem do local e, logo após, atiraram contra as vítimas. "Foi uma correria danada, todo mundo tentando se esconder", disse uma pessoa que estava no local.

O delegado informou que não tem dúvidas de que o alvo dos atiradores eram os quatro jovens. "O local estava cheio e apenas eles foram atingidos. O que posso afirmar no momento é que o crime foi por causa do tráfico de drogas", informou.

Três das vítimas morreram no local. Diego ainda foi socorrido para o Hospital Municipal César Monteiro Pirajá, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada desta segunda, 14. Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus para serem necropsiados.

Policiais militares fizeram diligências para tentar localizar os atiradores, mas não obtiveram êxito. "Eles saíram em alta velocidade e atirando para todos os lados, quem iria colocar a cara na rua? Todos os moradores se trancaram em casa", contou um morador. 

Facebook Comments