Data de Hoje
8 December 2021

TRT-BA propõe manutenção de 70% dos servidores em atividade durante greve

Durante a reunião da mesa de negociação, para tratar da greve dos servidores da Justiça do Trabalho, realizada nesta terça-feira (28), o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA), desembargador Valtércio de Oliveira, propôs o retorno de 70% dos grevistas às atividades. A direção do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal (Sindjufe) propôs suspensão do Ato 383/2015, do TRT-BA, que prevê o corte de ponto, e pediramo retorno do Ato 356/2015, que determinava a manutenção de 30% dos servidores no serviço. Os representantes da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (Abat) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sugeriram a realização de apagões previamente programados, com intervalos de 15 dias entre eles, e a suspensão de atendimento às sextas-feiras a partir das 12h até a votação do veto presidencial ao PLC 28/15 no Congresso. O juiz-auxiliar da presidência, Gilmar Carneiro, propôs ainda a compensação das horas paradas por meio de jornada extraordinária. Os participantes da mesa ainda se comprometeram em declarar apoio a derrubada do veto, buscar apoio de parlamentares, bem como liberação de um servidor por vara para que se dedique às negociações em Brasília. As propostas serão apresentadas para a categoria pelo sindicato. Uma nova reunião foi marcada para esta quinta-feira (30), às 15h

Facebook Comments