Data de Hoje
24 October 2021

Turistas estrangeiros são as maiores vítimas de furto durante a Copa na Bahia

Os furtos lideram as 128 ocorrências – foram 90 registros, a maior parte na região do Centro Histórico de Salvador

Desde o último dia 12 de junho, início da Copa no Brasil, até a última sexta-feira (19), a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) registrou 128 delitos contra turistas. 

RTEmagicC_ColetivaSegurancaCopa_01.JPG

Os furtos lideram as ocorrências – foram 90 registros, a maior parte na região do Centro Histórico de Salvador. Também houve 18 roubos, oito ameaças, quatro casos de estelionato e dois de lesão corporal, entre outras ocorrências. Os estrangeiros representaram 76,6% dos turistas vítimas de crimes no período.

Além do Centro Histórico (75%) demais ocorrências foram no Rio Vermelho (4,7%), no centro (3,9%) e na Barra (3,9%).

O balanço foi apresentado neste sábado (21), durante coletiva de imprensa que reuniu os secretários estaduais de Segurança Pública (SSP), Maurício Barbosa, e de Assuntos para a Copa (Secopa), Ney Campello, além de representantes da gestão municipal, os secretários de Turismo de Salvador, Guilherme Belintani, e do Escritório da Copa, Isaac Edington.

Para o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o arrastão a um hotel no Rio Vermelho na sexta-feira (20) foi o caso mais grave registrado até o momento e a maioria das ocorrências não teve uso de violência. As informações são da Folha de S. Paulo.

Facebook Comments