Data de Hoje
31 July 2021

Usuários dos Correios reclamam da demora na entrega de encomendas e da falta de organização

Algumas áreas funcionam com geradores de energia

Depois do problema na parte elétrica do prédio dos Correios localizado na Pituba, usuários que esperam por correspondências e objetos enviados principalmente via Sedex, enfrentam problemas para conseguir retira-los.

Durante visita a agência, nossa equipe se deparou com Ronaldo, que tem necessidades especiais e por não ter recebido sua encomenda em casa, teve que ir até os Correios e, mesmo assim, não conseguiu retirar o que está esperando. “É complicado, tenho encomendas importantes e não consegui pegar. Pior de tudo, é que paguei o Sedex 10, que é mais caro. Tive que vim aqui buscar e nada”, disse.

 

Visualizamos mais duas situações, a primeira foi a de Ana Paula Cabral, que está com uma encomenda em atraso desde o mês de maio. Ana Paula diz que já passou por vários problemas com a agência para fazer a retirada, e reclama da falta de organização do setor de entrega. “Desde maio com a greve da PM estou tendo problemas. Primeiro houve saque das encomendas e agora que venho buscar encontro uma fila dessa e com apenas uma pessoa atendendo” , diz.

Além da dona Maria Tereza, de 61 anos, que relatou a nossa equipe a dependência e a urgência para a entrega das encomendas que despachou no dia 1º de julho em uma  das agências. “Coloquei esses objetos no dia 1º de julho nos Correios de Brotas, objetos de saúde para meu marido, para ser entregue em Jacobina. Ele precisa muito desses objetos, são luvas, gazes, bolsa de incontinência urinária, para fazer os curativos dele. Agora você imagina, se esses materiais acabarem, como ele vai ficar lá? Com essa demora aqui na agência? Coloquei dia 1º já por precaução do feriado, prevendo que chegasse no dia 3 e até hoje nada”, relata.

De acordo com informações recebidas pelo CLICKNOTICIAS a demora da fila é fruto do grande fluxo de pessoas querendo retirar seus produtos com o problema existente na eletricidade do prédio, e que, em dias comuns situações similares não são costumeiras. Já dona Maria, foi aconselhada a procurar a central de atendimento ao cliente para a resolução de suas pendências com o órgão.

Facebook Comments