Data de Hoje
23 June 2024
Foto reprodução: Chico na onda

Vacinação contra H1N1 em rede pública é insuficiente; prazo acaba dia 20

A procura é intensa pela vacina contra a gripe tipo A, cujo vírus H1N1 vem causando desespero para a população, as clínicas particulares em Salvador não têm nenhuma dose da vacina em seus estoques, segundo informações de algumas clínicas particulares e quem se aperta para compra, já sente no bolso os efeitos da procura maior que a oferta. O preço da dose da vacina já oscila entre R$ 150 a R$ 170 para o tipo tetravalente. Lembrando que a Gripe Influenza já causou a morte de 13 pessoas na Bahia. Em várias clínicas de Salvador que são especializadas em imunização não se encontra a vacina e não há previsões de remessas.

A rede pública está restringindo a vacinação, tendo como prioridade, crianças entre seis meses e cinco anos de idade, idosos partir de 60 anos, pessoas de doenças crônicas graves. Trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto),  o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.

As pessoas que não se enquadram neste grupo precisam pagar o problema maior é a falta da vacina.

Segundo o Ministério da Saúde, até a próxima sexta-feira (13), a Bahia deverá receberá receber 100% das doses da vacina, que equivalem a pouco mais de 3,2 milhões de doses da vacina. A campanha de vacinação na rede pública deverá ser finalizada no próximo dia 20, atingindo a meta de vacinar 80% do público alvo identificado pelo ministério.

Onde encontrar a vacina

Numa outra rede de clínica, a Seimi, o preço também se refere ao último lote do mês passado, quando custava R$ 100 a dose para o tipo trivalente e R$ 160 para o tipo tetravalente. Já na Preobaby, no bairro da Graça, a dose da trivalente, a mesma que existe na rede pública, custa R$ 150. Mas a exemplo das demais clínicas, não há previsão de quando a vacina chegará a Salvador. O mesmo acontece na Imuniza Vacina, clínica localizada no bairro da Pituba, onde a dose custava no mês passado entre R$ 120 e 160.

Entenda a diferença das vacinas

A vacina que é aplicada na rede pública é do tipo trivalente, que foi recomendada pelo Ministério da saúde por causa da prevalência dos casos ocorridos este ano em todo o país. Ela protege contra a ação dos vírus tipo A, (H1N1) e (H3N2), e Influenza tipo B. Já a tetravalente não é encontrada na rede pública e tem a mesma eficácia, com a diferença de que além de proteger contra os vírus H1N1 e H3N2, do Tipo A, protege mais dois tipos de vírus da Influenza tipo B.

 

Click Notícias