Data de Hoje
26 October 2021

Vaga do Tribunal de Contas dos Municípios pode gerar desentendimento na família Negromonte

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.LJBYNmYv1X

O Diário Oficial do Legislativo desta quinta-feira (22) traz publicações conflitantes sobre a disputa pela única vaga do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Em uma página o governador Jaques Wagner pede que o nome do deputado Mário Negromonte (PP) seja submetido à apreciação da Assembléia Legislativa da Bahia (AL-BA) para ocupar a cadeira. Na seguinte, o presidente do TCM, Francisco Netto, lembra ao petista um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado por eles e o chefe do Ministério Público à época, Wellington Lima e Silva, datado de junho de 2010, em que os três se comprometem em nomear um procurador para o cargo do TCM, na primeira vaga remanescente do terço dos conselheiros indicados pelo Poder Executivo. A vaga então seria do MP de Contas, do TCM.

De acordo com a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, o imbróglio existe, mas o governo se apega ao fato de os três promotores do MP terem menos de 35 anos, idade mínima exigida para os pretendentes. Entre eles, o mais velho é Camila Vasquez Negromonte, nora de Mário Negromonte. Daí a dúvida: o deputado estadual Negromonte Jr., casado com Camila, prometeu à época, brigar pelos direitos da mulher. 

Facebook Comments