Data de Hoje
28 January 2022

veja vídeo Morre PM que pulou de prédio após agredir mulher e efetuar disparos

A Polícia Civil confirmou a morte do policial militar de Goiás acusado de agredir a mulher e abrir fogo contra membros da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) no Edifício Residencial Alameda Gravatar, na Quadra 301, de Águas Claras. Após a confusão, na manhã deste sábado (9/3), o homem pulou do segundo andar do prédio e foi levado com vida ao hospital pelo Corpo de Bombeiros (CBMDF).

Identificado pela corporação como W.C.M, o homem de 44 anos não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. De acordo com os bombeiros, o PM de Goiás teria sofrido um surto psicótico.

A Polícia Civil confirmou a morte do policial militar de Goiás acusado de agredir a mulher e abrir fogo contra membros da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) no Edifício Residencial Alameda Gravatar, na Quadra 301, de Águas Claras. Após a confusão, na manhã deste sábado (9/3), o homem pulou do segundo andar do prédio e foi levado com vida ao hospital pelo Corpo de Bombeiros (CBMDF).

 

Identificado pela corporação como W.C.M, o homem de 44 anos não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. De acordo com os bombeiros, o PM de Goiás teria sofrido um surto psicótico.

 

Facebook Comments