Data de Hoje
3 August 2021
Foto reprodução

Veja vídeo: Não guarde limão cortado nem na geladeira; O fruto tem mais bactérias do que dinheiro

.

As casas noturnas servem cervejas LONG NECK, e muitas pessoas pedem para que seja colocada uma  fatia de limão para um ‘toque especial’ (e porque não dizer mortal).

O problema está nos limões fatiados que não são utilizados prontamente, e, muitas vezes, eles são fatiados antes mesmo dos bares e restaurantes abrirem, durante a tarde.

Ácido cítrico do limão ‘velho’ em ação com os conservantes estabilizantes excessivos presentes na cerveja são um paraíso para micro-organismos já existentes naturalmente nas cervejas (Sacarovictus Coccus Cevabacillus ativus) se tornando um veneno letal tipo draft.

O resultado é a produção de uma toxina altamente nociva ao nosso organismo. A sugestão para quem talvez não acredite nesta mensagem seria pedir que o garçom fatiasse o limão NA HORA E NA SUA FRENTE, isso minimiza e muito risco de qualquer tipo de infecção.

Refrigerante com a famosa fatia de limão, ou a cuba libre, é um perigo!

Não guardem o limão depois de cortado, nem na geladeira adianta!

Sabias disto? Eu não…”

O PERIGO DO LIMÃO EM RODELAS

Eis a  recomendação do Gov. American sobre o USO DE LIMÃO EM RODELAS, servidos em coquetéis ou para condimentar a comida na mesa.

1 – Não aceite que em bares ou restaurantes lhe tragam rodelas de limão prontas (já cortadas) para serem consumidas na hora.

2 – Exija que o LIMÃO seja fatiado na sua presença.

3- Na praia e em restaurantes são servidos alimentos, bebidas e saladas onde o limão está cortado a muito tempo, a temperatura e o tempo pode ter criado a bactéria que é fatal.

3- Os cientistas americanos descobriram que as fastias de LIMÃO fatiadas com antecedênci, a partir da 4ª hora, produzem um microbios  mais poderosos do que a SALMONELA  encontrada em alimentos mal conservados em latas, e  que provoca uma terrível intoxicação intestinal. No caso do LIMÃO, poderá causar até mortes. Mesmo que as rodelas tenham sido conservadas em geladeira.

Salmonela você sabe o que é isso?

Salmonelose é uma doença infecciosa provocada por um grupo de bactérias do gêneroSalmonella, que pertencem à família Enterobacteriaceae, existindo muitos tipos diferentes desses germes. A Salmonella é conhecida há mais de 100 anos e o termo é uma referência ao cientista americano chamado Salmon, que descreveu a doença associada à bactéria pela primeira vez.

Como se adquire

Salmonella é transmitida ao homem através da ingestão de alimentos contaminados com fezes animais. Os alimentos contaminados apresentam aparência e cheiro normais e a maioria deles é de origem animal, como carne de gado, galinha, ovos e leite. Entretanto, todos os alimentos, inclusive vegetais, podem tornar-se contaminados. É muito freqüente a contaminação de alimentos crus de origem animal.

O cozimento de qualquer destes alimentos contaminados mata a Salmonella.

A manipulação de alimentos por pessoas contaminadas que não lavam as mãos com sabonete, pode causar sua contaminação.

Fezes de animais de estimação, especialmente os que apresentam diarréia, podem conter Salmonella, e as pessoas em contato com estes animais podem ser contaminadas e contaminar a outras se não adotarem medidas rígidas de higiene (lavar as mãos com sabonete). Répteis são hospedeiros em potencial para a Salmonella e as pessoas devem lavar as suas mãos imediatamente após manusear estes animais, mesmo que o réptil seja saudável.

O que se sente

A maior parte das pessoas infectadas com Salmonella apresenta diarréia, dor abdominal (dor de barriga) e febre. Estas manifestações iniciam de 12 a 72 horas após a infecção. A doença dura de 4 a 7 dias e a maioria das pessoas se recupera sem tratamento. Em algumas pessoas infectadas, a diarréia pode ser severa a ponto de ser necessária a hospitalização devido à desidratação. Os idosos, crianças e aqueles com as defesas diminuídas (diminuição da resposta imune) são os grupos mais prováveis de ter a forma mais severa da doença. Uma das complicações mais graves é a difusão da infecção para o sangue e daí para outros tecidos, o que pode causar a morte caso a pessoa não seja rapidamente tratada.

Como se faz o diagnóstico

Muitas doenças podem causar as mesmas manifestações que a salmonelose, sendo o diagnóstico, na maior parte das vezes, associado à história alimentar recente. A comprovação de que as manifestações clinicas são causadas pela Salmonella só pode ser feita pela identificação do germe nas fezes da pessoa infectada e é útil somente nos casos mais graves, em que a administração de antibiótico se faz necessária. Este teste usualmente não é realizado em um exame comum de fezes, sendo necessário uma instrução específica ao laboratório para a procura do germe nas fezes. Uma vez identificado pode ser realizada a cultura das fezes para a determinação do tipo específico e qual antibiótico deve ser utilizado para o tratamento.

Vídeo:

 

Facebook Comments